quinta-feira, 2 de maio de 2013

Doar

Verbo parente do Dar
Unido em casamento com o Oferecer.
Ligado por afinidade ao Incondicional.


Encerra, implicitamente, entrega gratuita.
Doando . . .fragmentos de nós são alienados, voluntariamente.
E na flexão do verbo Doar detemo-nos na diferença.
Mudamos . . . e isso é muito Bom !



11 comentários:

SANTA CRUZ DIÁCONO GOMES disse...

Pérola: Lindo pensamento adorei.
Beijinhos
Santa Cruz

Francisco disse...

É bom dar sem esperar nada de volta...

O prazer de dar, por vezes é muito superior ao do receber...

Digo eu.... :)

JP disse...

Quando damos e sem esperar nada, damos sempre o coração.
Beijinho

Tio do Algarve disse...

Muito bem... De facto deveria ser sempre assim!
bjs

edumanes disse...

Eu te doar, um beijo
tu me doares, uma bofetada
A seguir um desejo
Na noite calada...
Por aqui vou ficar
Para não dizer disparates
Prefiro ir à horta apanhar...
Vou continuar a escrever
Para não te chatear
Tinha saudades de te ver
Por isso eu te venho visitar!

Para terminar o meu comentário
Eu te beijo, tu me beijas, ele te beija
ela me beijou. Boa noite e bons sonhos.
Desculpa a brincadeira. Se não gostares
avisa tá!...

edumanes disse...

Li a palavra amizade
Levanta-te daí preguiçosa
Vem viver a liberdade
Não sejas teimosa!...
Obrigado pela tua amizade.

Mona Lisa disse...

Gosto de dar sem esperar nada...dou com o coração.

Gosto de dar a quem mais precisa.

Uma reflexão oportuna!

Beijinhos.

Cláudia disse...

Eu gosto de dar e já dei muito =)
Sinto-me bem com isso =)

Beijocas

Opinante disse...

Gostei :D

D.N. disse...

é tão bom dar...

Poppy disse...

É uma grande verdade, e quando a doação é feita com o objectivo de ter benefícios próprios considero que deixa de ser uma doação na verdadeira ascenção da palavra e do acto.