quarta-feira, 6 de agosto de 2014

As palavras que (nunca) te direi . . .



Mais velozes que o vento,
fogem de mim as letras
antes que as junte
e te diga tanto.

Vão apressadas,
fugidias,
escorregadias como sabão.

Tenho precisão duma mão cheia delas,
talvez mais,
sobra-me sempre que dizer.

Há uma imensidão
de palavras que nunca te direi,
nunca te disse.

A premência da tua presença
sufocava-me de arrebatamento
e . . . emudecia.

Bastava-me estar ali,
na respiração do teu ar,
entrelaçada em ti, 
sem palavras,
a linguagem dos corpos 
já era grito ensurdecedor,
conversa perfeita.

Na tua privação,
careço de verbalizar,
soltar o som do palavreado,
pôr em papel 
os pensamentos e sentires 
que me amordaçam na dúvida,
na saudade.

Apresso-me, meu querido.

Há um alfabeto inteiro por apanhar,
mil palavras que te direi
 . . .
se tu me esperares.


28 comentários:

Carpe diem to me disse...

É claro que ele vai esperar! Dedica-lhe todo o alfabeto e todas as palavras.
Beijinhos, amiga!

José Carlos Sant Anna disse...

Porque tamanha ânsia por dizê-las, se já o dizes, sem dizê-las, e ecoam como um tambor no centro do silêncio?
Beijos, Pérola!

✿ chica disse...

Tomara as possa dizer.Ficar trancadas faz mal,rs bjs, chica

Mona Lisa disse...

Ele esperará e as palavras dirás!

Excelente poema!
Tocou-me!

Beijinhos.

Ana Bailune disse...

Lindo, intenso e romântico!

emanuel moura disse...

Uma espera que concerteza valera a pena ,lindo poema querida amiga Perola

Eduardo Maria Nunes disse...

Mil palavras lhe dirás,
se quem desejas te esperar
para sempre feliz serás
se a felicidade te não faltar!

Bons sonhos, um beijo.

Elvira Carvalho disse...

E quem tem coragem para não esperar depois de tantas promessas.
Um abraço

piteis da dinha disse...

Olá Pérola, que post lindo!
Parabéns!

Bjssssss querida

► JOTA ENE ◄ disse...

... e quem 'fala' assim, a mais não é obrigado !

Laura Santos disse...

Achamos sempre que ficou algo por dizer, mas a vverdade é que nunca fica. Isso acontece quando gostarámos que as coisas voltassem a ser o que eram.
O poema é belíssimo.
xx

Vento disse...

as palavras, por vezes, são uma inquietação
tanto te faltam, como te sobram...

eu escolho o abraço que segura
o olhar que entra na alma do outro
um beijo terno
a mão que te guia

gosto do gesto :))

gostei de te encontrar nas minhas brisas, mas não te assustes, se voltares num dia de tempestade :)))

também gostei daqui, fiquei

beijinho

Olinda Melo disse...


Cara Pérola

Um poema belíssimo. Há tanta coisa que fica por dizer e quando nos damos conta o tempo já passou...

Bjs

Olinda

Evanir disse...

Em nossa vida guardamos milhões de palavras a ser dita com o passar do tempo.
Com certeza quem espera o momento exato dirá tudo a seu tempo e hora.
Um carinhoso abraço.
Evanir.

Nal Pontes disse...

Lindo poema, gostei também da imagem da máquina de escrever. Lembrei de uma que eu tinha de cor laranja. bjsss

Dorli disse...

Oi Pérola

E como ele vai esperá-la para ouvir lindas palavras de amor
Durma em paz
Beijos
Lua Singular

Nana disse...

Belo poema...eu queria ter esse dom!
Bj e fk c Deus
Nana
procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

Eu...Suzana disse...

Muito lindo, Pérola.
Adorei o teu espaço, voltarei.
Também já estou te seguindo.
Um beijo grande!!!!!

Pedro Coimbra disse...

Há uma canção de um rapper português com um conteúdo muito semelhante.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola
Que pérola de poema! Amei.

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Lassalete Cunha disse...

Nao vale querer mais cedo aquilo que tem seu tempo.
Beijos

Opinante disse...

Querida Pérola fiquei muito contente por estares a trabalhar - embora que seja escravo. Acho que hoje em dia rara é a pessoa que tem um "bom" emprego... Eu e o meu homem (que também é TOC) queixamos-nos do mesmo...

Muita força :)

Francisco disse...

Adorei

Acordar de férias, passar pelo teu canto e ler poemas lindos :)

Que mais posso pedir?!

Beijinhos grandes

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...as palavras já foram bem encontradas e bem escritas...elas só precisam encontrar o caminho e será uma festa de corpo e alma!
Um abraço

Dilmar Gomes disse...

Muito bom, amiga Pérola. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde/noite.

Marta Vinhais disse...

Milhões de palavras perfeitas ditas...num encontro memorável...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

ReltiH disse...

TU POEMA ES MUY DISIENTE, HERMOSO.
UN ABRAZO

Mariangela disse...

E quantas palavras para serem ditas que ficam trancadas, até por insegurança...medo...
Lindo poema!
Beijos
Mariangela