sábado, 23 de agosto de 2014

A Culinária também passa por aqui . . .



O paladar, o olfacto, a audição têm memória. 
E de que tamanho . . .
Falar, pensar ou comer arroz doce leva-me de imediato para o colo da minha avó.
Era ela, a matriarca, que sempre o fazia e eu lutava com os meus irmãos para a raspadela do tacho.

E desta forma, a receita perdeu-se porque nunca tive necessidade, ou vontade de a aprender.
Já para não falar das broas escuras de erva doce bem como os 'fritos' do Natal'.

A semana passada ofereceram-me arroz doce.
Como por magia, recuei nos anos e senti aquele gostinho de avó.
Descarada, pedi logo a receita e ontem foi noite de meter mãos à obra.

Afinal, é tão fácil.
Arroz (300g), água para a cozedura, manteiga, sal, casca  de limão, paus de canela.
Depois de cozido é ir juntando leite (até 3l) quente e açucar (600g) amarelo para bolos.
Depois de muita mexidela, e provas que não engordam nada, basta juntar as gemas  bem batidas.

Não esquecer a canela por cima da cremosidade e Voilá.

Uma receita nunca é apenas um prato, um sabor.
É vida, família, uma parte de nós.

Somos constituidos, essencialmente, por sensações que nos abrem caminho a emoções,
ao nosso 'Eu' mais íntimo.

E, isso, é bom, muito bom!



P.S. Sendo o arroz doce uma antiguidade, basta ler a http://pt.wikipedia.org/wiki/Arroz-doce e ficar a saber que vem desde tempos de Buda.



75 comentários:

Irene Sarranheira disse...

Eu amoooooooooo arroz doce, agora fiquei cheia de vontade.
Bom fim de semana.
Bjinhos ♥
http://sarranheira.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Realmente existem alimentos que ficam marcados em nós...Lindo post! bjs, ótimo fds! chica

Maria disse...

Adoro e também faz parte das minhas memórias...beijinhos querida amiga!
Maria

Maria disse...

Adoro e também faz parte das minhas memórias...beijinhos querida amiga!
Maria

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola

Deliciosa essa receita
Então da maneira como fazia a Mãe ou a Avó, era mesmo divinal, imagino. Gostei de ler, fiquei a salivar :-)

Tem um maravilhoso sábado
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Arco-Íris de Frida disse...

O arroz doce de minha avo era maravilhoso, nao lembro de ter comido outro tao gostoso... mas nunca aprendi fazer igual...

Beijos...

Andreia Morais disse...

Arroz doce não é algo que me fascine, mas sei bem a sensação de termos alguma comida que nos transporta logo para a avó *-*

Juliana Rosa disse...

Eu adoro arroz doce tem gosto de infância, da época que éramos felizes e não sabíamos e a única preocupação era do que vamos brincar no dia seguinte.
Bjos bom fim de semana. Aproveita e vem conhecer um pouco sobre o meu livro que publiquei em formato digital.

Crocheteando...momentos! disse...

Por aqui o segredo desta receita é usar "o leite do dia"...ser paciente e deixá-lo cozer em lume bem brando!
Adoro arroz doce!
Bj

Crocheteando...momentos! disse...

Por aqui o segredo desta receita é usar "o leite do dia"...ser paciente e deixá-lo cozer em lume bem brando!
Adoro arroz doce!
Bj

Edumanes disse...

Quem diz as verdades,
não merece castigo
fazia-te todas as vontades
a tua avó, acredito!

Porque nasceste ribatejana!
o arroz doce bem te saber
quem é sincero não engana
não tinhas vontade de aprender?

Bom fim de semana para ti amiga Pérola, um beijo.
Eduardo.

Mariangela disse...

Oi Pérola!
O aroma do arroz doce me acompanha desde a minha infância, minha mãe fazia e era delicioso, e eu faço também. Mas quando eu for fazer...será igual ao seu, pois gosto de experimentar novas receitas...e pelo jeito, deve ficar ótimo!
Adorei a sua postagem.
Beijos,
Mariangela

ᄊム尺goん disse...

[ delicia ...sempre faço aqui e adoro ver meus filhos saboreando com gosto]

beij0

Bia Hain disse...

Pérola, eu adoro arroz doce!!! Sem falar que é super fácil... gostei muito da sua receita, parece ser bem saborosa, vou testar. Eu faço com 1 xícara de arroz e 1 litro de água. Cozinha bem e quando estiver quase seco acrescenta uma caixa de leite consensado. É de babar! Um abraço!

Bia Hain disse...

Pérola, eu adoro arroz doce!!! Sem falar que é super fácil... gostei muito da sua receita, parece ser bem saborosa, vou testar. Eu faço com 1 xícara de arroz e 1 litro de água. Cozinha bem e quando estiver quase seco acrescenta uma caixa de leite consensado. É de babar! Um abraço!

Bia Hain disse...

Pérola, eu adoro arroz doce!!! Sem falar que é super fácil... gostei muito da sua receita, parece ser bem saborosa, vou testar. Eu faço com 1 xícara de arroz e 1 litro de água. Cozinha bem e quando estiver quase seco acrescenta uma caixa de leite consensado. É de babar! Um abraço!

Mona Lisa disse...

Comigo passou-se o mesmo.

Arroz doce, aletria e leite creme eram sempre feitos pela minha mãe.

Hoje , que apenas a tenho fisicamente, não os faço, pois as festas deixaram de o ser...

Beijinhos.

ricardo alves / são paulo,brasil disse...

rs muito bom...mas bolo de milho é bom também e eu faço um show!

Laura Santos disse...

Interessante este post!...O arroz doce ou qualquer outra receita desde que nos remeta para os sabores de infância é sempre uma delícia.
Eu tenho mais a memória dos salgados...:-)
xx

Beatrice disse...

De nada querida :)

Edite disse...

Arroz -doce... delícia que gosto de fazer para os netos... Bjs

ReltiH disse...

UNA DELICIA... ME ENCANTA!!!!
UN ABRAZO

Suzete Brainer disse...

A comida fica na nossa memória
afetiva mesmo,principalmente
as das nossas avós e mães,
nos remete ao encontro das
nossas crianças em festa...

Muito terno,adorei!

Viva o arroz doce!

Bjos.

S disse...

Gosto tanto de arroz doce!!
Bj S

Ricardo- águialivre disse...

Boa tarde

Adoro arroz doce...

Feliz Domingo

Deixo cumprimentos
***********
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

São disse...

Arroz doce? Só quente ...

Bom apetite e excelente domingo, Margarida !

Telma disse...

Adoro arroz doce.
gostei do teu cantinho :)

http://trapeziovermelho.blogspot.pt

ॐ Shirley ॐ disse...

Pérola, vou fazer a sua receita. Na minha, nunca usei sal, manteiga ou ovos. Faço com leite condensado,leite de coco e canela...
Beijos!!!

Dorli disse...

Oi Pérola,
Eu só engordo só de passar perto do açucareiro.kkk
Mas tenho que tomar uma colherinha de mel em jejum todos os dias, quase morro.
Mas, quando era criança comia doces bem feitos, não esses encharcados de creme. Credo!
Beijos
Lua Singular

Denise disse...

Essa iguaria tb me faz voltar no tempo. É incrível, mas não acerto fazê-lo, ou fica duro, ou aguado. Enfim, desisti. Agora fico esperando a época das festas juninas para me deliciar com o arroz doce. Muita paz!

Elvira Carvalho disse...

Adoro arroz doce. E não como há anos, como não como nenhum outro doce, a não ser uma fatia de bolo de aniversário, bem fininha para não fazer desfeita aos aniversariantes. O pior é que engordo na mesma.
Não tenho memória de coisas doces na infância. A mãe não sabia fazer, a avó Piedade que vivia connosco, faleceu quando eu tinha quase seis anos, e a avó Carmo vivia na aldeia no norte. Que me lembre veio 2 vezes passar o Natal connosco. Trouxe chouriças e queijo. Tinha 13 filhos. E só havia um Natal por ano.
Um abraço e resto de bom Domingo.

A disse...

R: Só não gosto das vermelhas mesmo :)

Anne Lieri disse...

Puxa,não sabia a origem do arroz doce e achei muito interessante! E é mesmo facil de fazer e todo mundo gosta! Valeu a dica culinária! bjs,

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Pérola! Fiquei muito feliz com a tua visita, teu comentário e, principalmente, por teres te tornado seguidora do nosso humilde espaço. Isso somente aumenta a minha responsabilidade de melhorar tudo aquilo que crio e escrevo. Espero que voltes mais vezes, pois será sempre um prazer renovado. Eu, particularmente, aqui voltarei mais vezes, pois, além de teres um espaço interessante e bastante aconchegante, tomei a liberdade de me torna teu seguidor, isso até quando permitires, é claro.

Quanto ao arroz doce, confesso que fiquei com água na boca e lembrando também do arroz que a minha querida e inesquecível mãe fazia, alternando sempre com angu de fubá de milho e angu de caroço, feito com milho para munguzá.

Beijos e um ótimo domingo para ti e para os teus.

Furtado.

emanuel moura disse...

Nem a proposito fiz hoje arroz doce e nao e para me gabar ,mas o meu e delicioso ,muitos beijinhos

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Pérola!

É extraordinário como a nossa mente consegue recordar sabores; sobretudo aqueles que nos agradaram, associados a doces memórias.

De arroz doce gosto muito, dos tempos em que era feito pela mãe. Mas sem ovos e já frio, como se usava lá para os lados da Figueira.

Beijinhos
Vitor

Andreia Morais disse...

Muito obrigada!

Manuel Luis disse...

Adoro um arroz doce que se faz na feira das cebolas em Coimbra, à meia noite ainda é servido quente, arrefece entre o convívio e uma jeropiga.
Esse ramo é arte entre dedos.
Bj

piteis da dinha disse...

Oi Pérola, arroz doce é tudo de bom. HUmmmmmm!
A canela realmente deixa o arroz com um toque todo especial.
Bjsssss querida e uma semana de sucesso e abençoada

Pedro Coimbra disse...

Nunca fui apreciador de arroz doce:(
Boa semana

FireHead disse...

Gosto imenso do arroz doce. O problema é que é mesmo muito doce. Tenho é imensas saudades dos pastéis de nata. Em Dezembro, se tudo correr bem, mato as saudades todas. :)

Beijinhos.

© Piedade Araújo Sol disse...

eu gosto de arroz doce, embora seja mais de salgados.....

:)

Inês Direito disse...

Eu adoro arroz doce! Aliás é uma das poucas sobremesas de que gosto! O teu tem óptimo aspecto!
beijinhos
http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

Sei lá disse...

Artisticamente decorado,
se não fosse fazer água na boca, teria pena de o saborear.

http://fali-vendo-me.blogspot.com

Sofia Veloso disse...

Muito obrigada pela visita
Volte sempre
Adorei o post linda
beijinhos
Novo post lindas http://cantinhodasofias.blogspot.pt/2014/08/7-produtos-que-estou-amando-no-momento.html

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Perola.
Tem alimentos que marcam positivamente a nossa vida, imagino o prazer que deve ter comido o arroz doce e lembrado da sua avo. Ficou lindo a apresentação da sua receita com os corações, abriu a minha apetite .
Uma feliz semana.
Abraços.

Ghost e Bindi disse...

Pegamos a receita, ou seja, mistura-se os ingredientes e se acrescenta Amor, Saudade, Carinho.

Ghost e Bindi

PINTA ROXA disse...

Adoro arroz doce. Por acaso a minha avó não fazia, mas dela tenho um montão de outras recordações.
beijinhos

Elyane Lacerdda disse...

Adoro arroz doce!
Muito bom comer esse doce tão antigo!
Obrigada pela dica,amiga!
bjus
http://www.elianedelacerda.com

Bergilde disse...

Há sabores que guardamos realmente para sempre na memória e este é também para mim daqueles bem agradáveis.A sua apresentação parece muito apetitosa.Guardarei a receita aqui,abraços!

Isy disse...

Fiquei com àgua na boca... Além disso a decoração está linda!

Bjxxx

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, arroz doce é dos alimentos que ao longo dos anos continua a ser apreciado, adoro arroz doce quando ainda está quente.
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

S* disse...

Mas que delícia... até senti o aroma da canela.

José Carlos Sant Anna disse...

Pérola com sabor de arroz doce abre-me o apetite inteiro... e deixa-me na boca um à vontade a querer mais...
Beijos, Pérola!

Antonio Batalha disse...

Pérola espero que seja uma verdadeira, seu arroz-doce tem um aspecto agradável, faz lembrar o arroz que fazia a minha mãe, esse coração e essa árvore, é uma das sobremesas que mais gosto desde que esteja solto e um pouco seco. Eu morei em Setubal quase quarenta anos no Monte-Alvão.Há sete anos vivo aqui no Jardim da Radial-Ramada.Abraço e tudo de bom.

Magda Carvalho disse...

Não gosto de arroz doce mas adorei a poesia :)
http://retromaggie.blogspot.pt/

Cláudia disse...

Adoro, adoro, adoro como disse à poucos dias lá no blog =)

Beijocas

Mira disse...

Pérola, arroz doce que maravilha,
aqui em casa também se faz, somos
fãs, beijo amiga

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Ai que delícia de receita!
Amo arroz doce.
Deu vontade de fazer.
Super legal sua postagem.
abração com carinho

Agostinho disse...

Arroz doce traz-nos memórias
guardadas há que anos no sótão!...
Não sabia é que
os dois corações enlaçados
com perfume de canela
são inspiração de doçura
num pires de Pérola.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não gosto de arroz doce, mas gostei muito do post. Também tenho memórias do género, mas é mais com a mi ha mãe, porque a minha avó não era dada a grandes cozinhados.
Beijinho

Bang Kao ♪ ~ disse...

Muito lindo! Isso me fez lembrar da minha avó também! Ela não cozinha mais, está ruim das pernas... Mas lembro-me de quando eu era criança e ela fazia muitos pratos deliciosos!! Acho que vou visitá-la. Me bateu uma saudade.... <3
Beijos!

Beatriz Paulistana disse...

Boa noite amiga Pérola! ♡
E tem cheiros, gostos...sabores que também me fazem relembrar o passado. ..
Agora que essa sua receita de arroz doce me fez salivar. ..isso fez. ..
Tenha uma ótima semana! ♡
Bjokas da Bia! ♡

Just me disse...

Tb adoro arroz doce é tão gostoso! Tenho q aprender a fazer.
Gostei do poema :)
Bjs

http://achadosdamila.blogspot.com.br/

Carmem Grinheiro disse...

Bom dia Pérola.
Minha querida, abrir o seu espaço e ver essa "pérola da doçaria", faz nascer água na boca, faz reviver sensações, traz recordações, traz até cheiro de Natal.
Adorei.
bjo amigo

ONG ALERTA disse...

Os doces das avós sempre ficam na memória....
Beijo Lisett

Lilasesazuis Gata disse...

E são tantas lembranças saborosas!!

Eu também lembro muito da minha avozinha quando vou comer algo que ela fazia!!

Quando se trata do paladar, um gostinho familiar tem o poder de alimentar a saudade.

beijinhos, Pérola,

Lígia e =^.^=

ritzz disse...

bem, que óptimo aspecto!

r: basicamente põem "parafusos" que guiam a coluna e a colocam direitinha outra vez. os dias a seguir à operação são horríveis!! não é nenhum conto de fadas, aliás, é bastante mau. a coluna parece que pesa imensos quilos e estar levantada ou sentada é um martirio..... e ainda havia um risco de ficar paraplegica de menos de 1%, mas estava lá. sinceramente não tenho nada de bom a dizer sobre a operação que fiz..

andrii disse...

Esperemos que tal aconteça, muito obrigada!

catiag disse...

gostarias de participar naquilo do caderninho ?

POETA CIGANO disse...


Querida amiga Pérola !!!!!!

Passando por aqui para deixar o meu Abraço e carinho e, ao mesmo tempo, Deleitar-me com a beleza de seu Blog e Conteúdos. Perdoa-me a demora na visita, Tenho estado muito atarefado. Quero também
Desejar-lhe um lindo dia e maravilhosa semana,Com muita paz, amor e felicidade em seu
Coração. É o que lhe desejo!

Beijos de luz !!!!!!!!

POETA CIGANO – 26/08/2014

http://centelhaspoeticas.blogspot.com

“Meus Sonhos e Devaneios Poéticos”

mfc disse...

Gosto dessa doçaria simples e tradicional!
Beijinhos.

Flávia disse...

Fiquei com um pouco de fome agora rs e que bela história por trás de uma receita, também existem algumas comidas que me lembram a minha avó, como bolo de cenoura.

thoughts-little-princess.blogspot.com

aflores disse...

Fiquei com "água na boca". ;)

Beijos doces :)

S disse...

A minha avó também fazia o melhor arroz doce do mundo :)
Bj S