quarta-feira, 20 de agosto de 2014

No desassossego do medo



Quando o medo vem,
se aproxima de mansinho,
misturando-se com o ar,
engulo-o de um trago.

Desassossego-me,
travo batalha com o tremor,
quase desapareço.

É então que escuto
o sussurro de outras vezes.

É tempo desperdiçado,
mau estar escusado.


Agarro nas minhas sobras,
peço licença à coragem,
e me ergo.

Doem-me os pavores enraízados,
a intraquilidade digerida
na ousadia de me ser,
com medos,
mas vou.

Sangrando,
tropeçando no vento,
vestindo máscara protetora,
não desisto,
no desassossego do medo.



29 comentários:

✿ chica disse...

Intensos e lindos teus versos! bjs, linda noite,chica

Sei lá disse...

Belo e intenso!

http://fali-vendo-me.blogspot.com

Pedro Coimbra disse...

Mesmo com medos, com receios (é humano) há que ir buscar coragem onde quer que seja e seguir em frente

Arco-Íris de Frida disse...

E é assim que tem que ser...

Beijos...

Marcos Satoru Kawanami disse...

Quem tem cu, tem medo. XD

Juliana Rosa disse...

Profunda, verdadeira. Realmente tudo de bom.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola
Simplesmente fantástico e intenso o teu poema.Adorei,

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Célia sousa disse...

Encantou-me o teu poema:

O mundo não sente,
nem ouve,
os gritos do medo!

Há toques de carícia
trazidos pelo vento !

Mas o desassossego
não dá tempo!
Tropeça no vento,
E a coragem...
Se esfuma no vento !

Beijo.

Omar enletrasarte disse...

una marcha temeraria, pero buscando resurgir, ser
-hermosas letras-
saludos

Bell disse...

Sentir medo é algo que paralisa, mas temos que aprender a enfrenta-lo, nem tudo é o que parece...

bjokas =)

Timtim Tim disse...

Tão eu!!!!! Fabuloso!

Eduardo Maria Nunes disse...

Esse tal de desassossego...
quando chega de mansinho
esse amor não te mete medo
te beija e abraça com carinho!

Um beijinho.

Mariangela disse...

Não devemos recuar diante do medo; a coragem há de vencer!
Lindo Pérola!
Beijos,
Mariangela

ReltiH disse...

UN TEXTO MUY DISIENTE.
UN ABRAZO

Andreia Morais disse...

Como já li há uns tempos, «e se der medo vai com medo mesmo». Ter medo faz parte, mas também é nessas alturas que compreendemos o quanto somos fortes e corajosos

Beijinhos*

Ember Blue disse...

Gostei muito!! Que lindo, muito bem escrito :)
Beijinhos*

bonequinha nota mil disse...

Não Temas! Crê Somente! Deus é Contigo!Você pode e deve Vencer os seus Medos! Mil Beijos e fique na Paz e na Segurança do Senhor Jesus!

José Carlos Sant Anna disse...

O medo é como um relógio disforme, quando menos o desejamos, aparece como um fantasma.
Beijos, Pérola!

emanuel moura disse...

A medos que nos atormentam os pensamentos ,nem sempre estamos preparados para o enfrentar ,um poema lindissimo ,muitos beijinhos Perola

Laura Santos disse...

O medo é inevitável, o segredo é conseguir vencê-lo em cada situação particular.
Muito bom!
xx

Duarte disse...

Que força, quanto dinamismo nestes versos...
Gosto.
Besos

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Ter medo é humano, mas nunca devemos desistir daquilo que queremos. Um poema profundo.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Renata Maria disse...

Embora o medo faça parte, não gosto de senti-lo.
Gosto é dos seus poemas.
Beijos,
Renata

Crocheteando...momentos! disse...

Quando o medo vem...peço licença à coragem e tento vencê-lo!
Adorei...bj

Andrea Bitencourt disse...

Oi Pérola!
Adorei o seu cantinho, são versos lindos que enche nossos olhos de paz!!
Já estou te seguindo para te visitar sempre!
Beijos e lindo dia pra vc! =)

Cláudia disse...

Mesmo com medos há que avançar... assim quer a vida!

Beijocas

Elvira Carvalho disse...

O medo é um monstro que destrói tudo ao seu redor. Não podemos dar-lhe guarida.
Um abraço e bom fim de semana

Nana disse...

Belos versos!
Bj e fk c Deus.
Nana
http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

ONG ALERTA disse...

O medo transforma...
Beijo Lisette.