segunda-feira, 28 de maio de 2012

Homens Versus Mulheres

"Quando uma mulher diz 'talvez', quer quase sempre dizer 'sim'.
Mas quando um homem usa a mesma expressão, quer sempre dizer 'não'!"
Margarida Rebelo Pinto
Somos diferentes! Sem constestação.
A primeira diferença, normalmente, notada é a do sexo, feminino e masculino.
Para nos orientarmos no labirinto social desde cedo aprendemos, primeiro por imitação, mais tade por lições quer teóricas quer práticas, dos mais variados teores.
A verdade é que necessitamos de entender e saber utilizar os diversos tipos de comunicação disponíveis no meio em que nos inserimos sob pena da própria sobrevivência ficar em risco.
Podemos ser alunos de excelência, no entanto haverá sempre más compreensões, mal entendidos. Nunca conseguiremos decifrar, na íntegra, as mensagens  com que nos cruzamos.
Isto é tanto mais grave quanto mais intensa a relação que pretendemos cultivar.
Não há maneira de contornar a dificuldade de comunicação entre os géneros.
As mulheres são, regra geral, mais confusas no campo sentimental do que os homens.
Quando um 'macho' não está para aí virado, geralmente, percebe-se, agora nas 'fêmeas' a história é outra...
Aprender a dizer SIM quando é sim e NÃO quando é não pouparia muitos dissabores e não enganaria ninguém.
Afinal, os adultos são como as crianças: só vão até onde os deixam ir.

20 comentários:

C.S. disse...

Gostei.. Eu acho que nós, adultos, somos muito complexos... as crianças, dada a sua inocência, são simples, diretas e concisas! Mas muitas vezes, temos de contrariar a nossa vontade de dizer tudo aquilo que pensamos e nos vai na alma..
Abreijo e boa semana! :)*

Opinante disse...

Gostei muito desta reflexão!

Obrigada :D

Temos de começar a descomplicar a nossa vida... e as nossas relações!

✿ chica disse...

O segredo é a autenticidade.Essa faz sempre bem em qualquer relacionamento! beijos,linda semana,chica

Ana disse...

Eu quando digo "talvez" é meio caminho andado para o "não". Se hesito, se não dou certezas, é quase sinal absoluto de que não quero. Se bem que é raro dizer um "talvez". Comigo é sim ou sopas.

D.N. disse...

Maravilhosa reflexão. Muitas vezes não assumimos uma verdadeira posição e ficamos no meio das duas para não ferir ninguém. Mas esta posição não é solução, não ficamos bem connosco (pelo menos eu).
Boa semana, beijinhos

Cláudia disse...

Gostei do que li...
é verdade, os adultos são mesmo mais complicados que as crianças mas assim tem que ser....
Temos mais consciência que as crianças e noções da realidade...

Vic disse...

Somos mesmo complicados, mas não creio que as mulheres o sejam mais que os homens. Talvez essa noção advenha do facto de serem mais frágeis - fisicamente- e necessitem mais apoio em vários aspectos que os homens dispensam.
Agora a questão da assertividade, essa é sem duvida crucial, Pérola.

edumanes disse...

Só vamos até onde nos deixam ir
Até no amar haver tantas confusões
Fazem uso do amor para nos agredir
Porque abusam das sexuais relações!

Dificuldades nas comunicações
Entre a fêmea, o macho e desejo
Não se compreendem as contradições
Tão fáceis de resolver com um doce beijo!

Se eu pudesse tudo resolver
Ninguém sofreria por amor
Para fêmea e macho se entender
Dava a cada um, uma flor!

Sem guerras nem rancor
E, em paz viver
Nos braços do seu amor
Cada um com seu saber!

Relações e prazer
Entender e compreensão
Para nenhum sofrer
Preciso não magoar o coração!

Boa segunda-feira
um beijo
Eduardo.

Mar disse...

Mulheres e homens, um mundo complexo que espero um dia compreender…
Fiz um post mesmo por causa desta tua msg, e só agora reparei que a imagem que tirei da net é a do teu selo hihihi
Beijinhos no <3 boa semana

tétisq disse...

A diferença e a busca da compreensão entre ambos torna as coisas mais interessantes!*

Style-Delights disse...

LOl so true!!LOve this graphic! Hope you are having a wonderful day!
-Jyoti
PS. New post is up, come check out my blog whenever you have a chance!
Style-Delights Blog

aflores disse...

Todos diferentes, todos iguais... ou não.

Aprender até morrer e acima de tudo nunca esquecer que, quando apontamos um dedo a alguém ficamos com três dedos virados para nós e um a fazer de juiz! ;):)

Tudo de bom.

Pretty in Pink disse...

Tens toda a razão :) Até eu me vejo muitas vezes a dizer talvez...tenho de tentar mudar isso ;)

Beijinho*

Margarida Alegria disse...

Acertadas palavras!
Eu prefiro a autenticidade, mas com diplomacia. No entanto as mulheres só parecem mais complicadas porque estão mais habituadas a verbalizar tudo e as palavras por vezes não conseguem transmitir o essencial. Eles por seu lado caem no erro oposto, por achar que nunca precisam de verbalizar nada para se fazerem entendidos. Sobra daí uma ausência da comunicação que poderia ser tão frutuosa. Os homens tendem para ser mais práticos e imediatos. mas quando não se inibe e revelam o seu lado mais romântico, até com palavras, superam-se. São papéis enraizados na sociedade, que limitam o que parece al a um homem, o protector tradicional mais virado para o exterior mas que não inibem tanto a mulher, criada "no interior", incentivada aqo diálogo. Porém, também incentivada a condescender, daí o "talvez". No caso dela ou para não magoar e fazer charme e prolongar diálogo, no caso dele para não ser "bruto" e para não despoletar logo discussões!
"penso eu de que..", como diria o outro! Mas também já me baralhei... :))
Muitos nbeijinhos, ó filósofa!

Margarida Alegria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mona Lisa disse...

A base de um bom relacionamento é a autenticidade e o respeito mútuo.

Ambos têm que saber dar e receber!

Beijos.

Ana M disse...

adorei, mas lá está como tu dizes não há maneira de contornar as dificuldades e acho que nunca vai haver :) beijinhos

Vera, a Loira disse...

Tenho por hábito dizer que sou um bocado gajo (não no sentido físico, atenção) porque sou muito prática, sim, é sim, não é não. Faz-me confusão o contrário.

Blackye disse...

Engraçada, Pérola.. E tens toda a razão, ás vezes eu própria me esqueço disso e passo o tempo a dizê-lo: nós complicamos tanto e os homens são tão simples!

Valsita disse...

COncordo completamente... mas são estas diferenças que tem graça... Seria muitoo chato se estivessemos sempre de acordo :)