domingo, 20 de maio de 2012

"Q U E R O ✙ D E S A P A R E C E R "

Quero sair da vista das censuras...
Quero ocultar-me da luz, da vida,...
Quero fugir de mim, dos outros, do Mundo...
Quero abalar para terra incerta...
Quero sumir-me  e consumir-me no meu próprio ser...
Quero levar descaminho pois os trilhos que percorro conduzem a lugar nenhum...
Quero morrer e com isto acabar todos os sentires...
Quero ofuscar-me ficando sem definições...
Quero apagar-me lentamente como um pavio sem combustivel...
Quero perder-me do confortávelmente conhecido...
Quero afastar-me de todo o humano e inumano...
Quero esvair-me no fluido vital esvaziando-me...
Quero retirar-me deste envoltório que me asfixia...
Quero esconder-me e nunca mais ser achada...
Quero faltar a todos os preceitos e constrangimentos...
Quero cessar de existir sem deixar pegada...
Quero desaparecer...
Maria Mar in 'Ser'

17 comentários:

Margarida Alegria disse...

Uff!
Que susto!
O Poema é lindo, mas por momentos pensei que fosse a "nossa" Péroa a "falar"!
A ambas maria do Mar e Pérola digo: toca a arribar que a vida é bela
(eu que ontem me sentia precisamente assim...)..:P
Abraços!

Vic disse...

Hum....que radical, Pérola :)
A senhora estava mal, na altura

MC- Maria Capaz disse...

Pensar em desaparecer, quem nunca o desejou ?!!
Aiiii era tão bom, ir para longe, bem longe daqui , por a cabeça no lugar .. Saber quem realmente nos quer bem e por aí fora...

MC- Maria Capaz disse...

Pensar em desaparecer, quem nunca o desejou ?!!
Aiiii era tão bom, ir para longe, bem longe daqui , por a cabeça no lugar .. Saber quem realmente nos quer bem e por aí fora...

Mona Lisa disse...

"Desaparece" para estares a sós contigo...apenas isso!

Voltarás para VIVER e não existir!

Vive a VIDA...é BELA!

Beijos.

Carolina disse...

- As máquinas tiram fotografias mesmo giras com um aspecto único mas nem todas ficam bem. São fáceis de utilizar mas como são analógicas, nem todas ficam perfeitas :)

Katty disse...

Poema lindo mas triste. No entanto, percebo bem cada sentimento que transmite a vontade de deixar de ser.

Pretty in Pink disse...

Por mais que se tenha vontade de desaparecer, temos de ter sempre uma forçinha extra para brilhar e brilhar :)
Obrigada pela preocupação :) Tenho a dizer que o choque inicial já lá foi, e este coração está preenchido de amor e mais amor :)Têm sido dias agridoces, com sofrimento por m lado, mas por outro de muito carinho e atenção..Só me fez ver que o meu post sobre o assunto foi mais que precipitado, não sei viver sem ele, e por isso não por ele mas por mim e pela minha felicidade, mudei de ideias :) Depois conto mais ;) Obrigada por tudo!

Beijinho*

Margarida Alegria disse...

Bem, já te respondi a ambos os comentários, mas ainda um tanto incompletamente, devido ao problema da lente.
Claro que tive de me limitar a uma faceta do tema,senão seria um tratado! enveredei por ali porque o filme serviu de mote.
Medita bem e depois conversamos!
beijinho, amiga.

aflores disse...

Quero alguma coisa, menos... desaparecer.

Tudo de bom e excelente semana.
~
Beijinhos.

:)

Ana Martins disse...

Pérola, boa noite!
Este é um poema de desespero total. Todos nós, em alguma fase da nossa vida, desejamos desaparecer nem que seja por uns instantes, mas morrer isso não, para morrer não se quer pressa.

Agradeço do fundo coração a tua preocupação e todo o carinho com que me tratas, mas não te preocupes, isto passa.

Em relação aos comentários que pensas terem sido recusados pelo sistema, estão lá Pérola, para os veres, basta clicares em "COMENTÁRIOS MAIS ANTIGOS"

Beijinho,
Ana Martins

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Tudo bem?
...poema triste...mas lindo...quem nunca algum dia, não pensou em desaparecer..mas que seja pelo menos, para se encontrar...
Boa semana!
Beijos com carinho

✿ chica disse...

Lindo e intenso poema!!beijos,tudo de bom,linda semana!chica

ONG ALERTA disse...

Lindo, mas não podemos escolher a hora de desaparecer...
Beijo Lisette.

O blog da S. disse...

Todos queremos isso em determinado momento.
Desde que não se torne desejo constante, é normal e faz parte.
Bjs.

Opinante disse...

Que poema tão triste.. mas repleto de emoção!

Farruskinha disse...

Adorei o poema... por mais que queiramos "desaparecer" temos que 1º encontrar forças :)