quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Distância

Percorro momentos de incontáveis segundos.
Passam instantes ao sabor da tua distância.
Aproximo-me permitindo o teu itinerário.
Alcançando-te em abraço de veludo,
prendes-me em laçada de beijo húmido.
Conduzes-me ao teu abismo gemido,
de corpos entrelaçados em único suspiro.
E a distância quimérica
desfaz-se no galope do amor.

14 comentários:

C.S. disse...

Lindo Pérola! Beijinho :)

Ovelha Flor Guerreira disse...

Muito, muito íntimo! Gostei muito!

Joana disse...

Sou sincera, odeio a distância. Era tudo muito melhor se, por vezes, aquilo que necessitamos não estivesse tão longe.
Olha que tenho de te dar razão, talvez se ele passasse fome aprendesse a dar o verdadeiro valor à comida.
Beijinho

Maria D Roque disse...

Lindo, maravilhoso ! Xi- ♥

Cláudia disse...

Muito bonito e sensual =)

A distância nem sempre é boa, quando é em demasia, mas às vezes até "sabe bem"...
Matar as saudades é bom =)

Beijocas

Vera, a Loira disse...

Que lindo, amei este post.

PINTA ROXA disse...

Escreves lindamente, eu não tenho esse dom, baralho as frases, baralho as ideias, mas adoro ler.
Um bom resto de semana.
Pinta

Opinante disse...

*Maravilhoso!

Francisco disse...

bem verdade,

Ás vezes estamos tão perto e sentimos-nos tão longe. Tem alturas que estamos longe e parece que nunca estivemos tão perto ;)

Adorei este post :)

Beijinho Grande

Arco Iris disse...

Lindo !....
As palavras fazem todo o sentido, ditas desta maneira.
Bjs

Nany disse...

Muito lindo e sentido.
Bjs

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde amiga, vim agradecer sua presença amiga lá no meu cantinho. muito obrigada!
tenha uma linda tarde abraço amigo
Maria Alice

Secreta disse...

A distãncia quase sempre magoa...

Mona Lisa disse...

...realizando-se o sonho!

Beijos.