domingo, 4 de novembro de 2012

? Refundação ?



Na minha ignorância lanço mão do Google e procuro o significado da tal palavra que não páro de ouvir.
Parece que 're-fundar' tem origem no fundo que se torna mais fundo ou profundo: aprofundar, afundar(?).
Ou então, em alternativa, significará tornar a criar, estabelecer algo, fundar novamente.

A palavra em apreço, 'refundação',  estará entre a ação de aprofundar ou afundar (neste caso o Estado) ou processo criador de voltar a gerar (inventar, originar, produzir), estabelecer algo de novo.

Não sei se ria se chore.

Se for um aprofundamento do que temos, vou ali cortar os pulsos, como já ouvi alguém dizer, à laia de desespero.
Ainda tenho de cair em buraco mais fundo?

Se for uma nova criação espero que o Criador seja perfeito ou estamos bem tramados.

De qualquer das formas, não gosto (do termo, do circo em torno dele, da forma como os politicos agem...).

P.S. Se puderem acrescentar algo ao assunto a Pérola agradece.
É que nem tenho pulsos para cortar.

19 comentários:

dreams disse...

Já ninguém está a aguentar mais afundanços :( espero bem que daqui só para melhor. Beijinho e boa semana:)

aflores disse...

Diz o "Pai dos burros":

1. Tornar mais fundo. = AFUNDAR, APROFUNDAR, PROFUNDAR

2. Tornar a criar, a estabelecer algo; fundar novamente.

Mas isso tu já sabes e nada mais posso acrescentar.

Nada de cortar os pulsos. Quando era mais "puto" tinha a mania de fazer um golpe na mão com outro amigo e a partir daí eramos "irmãos de sangue" :)))))

Maluqueiras de "xabalos".

Fica bem,.

Tudo de bom e uma excelente semana.

edumanes disse...

Era só que me falta
Esta parelha horrorosa
Um para assar na grelha
O outro a puxar a carroça!

À frente do chicote
E porrada nas orelhas
Para animar o pagode
Tosquiadoras de ovelhas!

Boa noite para você,
amiga Pérola,
um beijo
Eduardo.

Lilá(s) disse...

Olha já nada me espanta! a pachorra já se foi há muito mas, admito que ando mesmo muito preocupada.
Bjs

FME disse...

São infelizes em tudo os nosso políticos, não há dúvida!

The Pink Book of Style disse...

Só tenho uma palavra a dizer: ROUBO!

Bj
J*

Margarida Alegria disse...

Anda o país todo aflito com mais este palavrão da Novoilíngua dos desgovernantes. Disseram-no por um lado para baralhar e dar de novo, por outro para admitir, ao de leve, que já cá tinham os troikas de novo a fazer-lhes a papinha. Ou seja, estrangeiros não eleitos e que desconhecem o país a pôr e dispor do que ainda resta do Estado social, para ficarmos ao nível da Eritreia ou algo assim, substituindo o Estado Social que os nossos impostos PODEM pagar e pagam, por mero assistencialismo por ONG e sopas dos pobres!
Por isso, nada de cortar os pulsos: quem agiu mal que corte os deles. Temos de pressionar a que alterem esta corrida de REafundamento no abismo, antes que seja tarde de mais.
Isso queriam eles, ficar com menos cidadãos para povoarem isto com turistas alemães e escravos de outras paragens!
Temos de reagir, não de fugir. CORAGEM, amiga!
Bjo
(Já te tinha rspondido algo parecido ao teu comentário... ai ai que ainda voiu ter de ir aí puxar-te as orelhas! E olha que também ando bem em baixo. Temos de ser solidários! Muita força, perolazita!)

Mar disse...

É melhor não aprofundar muito, ele que compre um bilhete só de ida ;P
Já respondi ao teu prémio.
Beijinhos no <3
Boa nova semana :)

Cláudia disse...

Realmente... Avisem-me antes para cortar os pulsos! =s

Beijocas

AC disse...

Refundação... Tornar mais fundo. Para mim significa deixar-nos cair em mais austeridade, entrar mais profundamente neste poço sem fundo, onde muitos de nós não vão conseguir sair. há cada vez gente mais pobre, a tentar unicamente sobreviver, mais suicídios, mais depressões e insatisfação.. e no geral muito menos gente consegue sorrir e ser feliz.

Socorro, acudam-nos..não queremos uma refundação!

Rafeiro Perfumado disse...

Mas primeiro implode-se, de preferência com a classe política lá dentro...

Arco Iris disse...

Também fui ao dicionário, e até à enciclopédia.
Mas não é preciso muito mais para entender o que nos querem dizer, ou seja , querem "tramar-nos".
Bjs :((((

Francisco disse...

É mesmo de bradar aos Céus, nem sei onde vamos parar com tanta gente que nem sabe ver o mais óbvio...

Não se fazem omeletes sem ovos...

Bjs

Opinante disse...

Isto sim é um filme de terror...

Trendy Lisbon disse...

O que é preciso é calma :)
Uma boa semana para ti!

http://trendylisbon.com

Sentada na ponta da lua disse...

Pois política não é o meu forte. Usam um monte de termos estranhos, tal como quem usa um veú, apenas para nos ludibriar e confundir. O que sei é que por enquanto e independentemente dos termos usados não estamos a ir no caminho correcto.

Blackbird disse...

O povo já está todo refundido e já, mas cada vez é pior :s

Farruskinha disse...

Acho que vamos afundar mais infelizmente, mas cortar os pulsos não é a solução. Boa semana

Mona Lisa disse...

Refundar = enterrarem-nos vivos!

Beijos.