quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Loucura







"Há sempre alguma loucura no amor.

Mas há sempre um pouco de razão na loucura."

 Friedrich Nietszche









A doidice e o desvario fazem parte da nossa vida.
São como contrapontos às regras e normas rigídas a que estamos sujeitos.
Por vezes os nossos desatinos até são julgados como doença incontornável.
Excetuando os casos clinicos, a insânia pode ser prova da nossa identidade.
Vivemos tempos instáveis e entendermo-nos enquanto pessoas pode ser de loucos.
Existirmos conscientes de nós, dos outros e ainda conseguirmos estar recetivos ao amor (em todas as suas formas) constitui prova desta alienação.
Se únicamente a razão nos guiasse a infelicidade seria a regra... talvez.
Por outro lado, as nossas demências contêm uma razão, por vezes, oculta ou desconhecida.
Cientes ou não, na prática, os nossos gestos, atitudes e comportamentos revelam sempre uma certa dose  de loucura.
É intrinseco à humanidade.
E...isto pode ser muito bom!

21 comentários:

dreams disse...

E o que seria de nós sem um pouco de loucura, às vezes, lol. Sempre ouvi dizer que de tolo e de louco todos temos um pouco. Bem existem alguns que tem muito, lol. Beijo grande:)

Francisco disse...

Identifiquei-me imenso com o que escreveste :)

Beijinhos

Arco Iris disse...

O texto como sempre está fantástico.
Se não houvesse um pouco de loucura ...a vida era muito monótona.
Bjs :))

✿ chica disse...

Somos ,de um ou outro modo, um pouco louquinhas mesmo.,rsrs Legal te ler! beijos,chica

Fifi disse...

Não será a loucura uma demonstração do que vai no nosso inconsciente?....

Beijinhos *

Opinante disse...

Concordo que às vezes devemos acrescentar uma pitada de loucura nas nossas vidas!

(Abaixo a Vanessa e a Ana, não podem sair as duas? Oh que gente, e pode sair também o Nuno já agora! E e e...)

Cláudia disse...

E ainda bem que assim é. Se fossemos sempre sérios, aí sim, ficávamos loucos


Beijocas

Ovelha Flor Guerreira disse...

Deus me livre de não ser louca!!! Já tinha enlouquecido!!!

Marga disse...

Manda para coleccionadoradesonhos@gmail.com então :) se quiseres que publique a tua história e o teu sonho, claro :p

Joana disse...

Este ano tenho imenso tempo livre, se há coisas que não vou fazer é deixar o estudo para a véspera do teste.
Beijinho

Joana disse...

Já conhecia a citação que escreveste no início do texto e adoro-a.
Cada pessoa tem a sua parte de loucura, mas desde que se saiba controlar ou usá-la a seu favor tudo corre bem.

amiga da onça disse...

Adoro toda a loucura saudável, bjs.

Maria D Roque disse...

De génio e de louco, toda a gente tem um pouco... o amor é lindo e muito louco também :D:D

Margarida Alegria disse...

É até saudável e bom termos uma certa dose de loucura.
Não devemos é deixar-nos dominar por ela (a não ser em termos criativos, claro!) ;))
Beijinho

Inês Carrasqueira disse...

Verdade!...

Mona Lisa disse...

Uma dose de loucura quebra a monotonia!!!

Beijos.

AvoGI disse...

darlingue, das melhores coisas que oivi hoje e dos melhores textos qu escreveste.
kis .=)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

"De poeta e de louco todos temos um pouco", mas esses ingredientes são o sal da vida

manuela barroso disse...

A sabedoria da vida faz-nos ver as faces de uma certa dose de loucura sobre diversos prismas.Há loucuras "sadias" que quebram o pasmo da rotina e da monotonia.
E a mesma sabedoria fará com que criemos e saboreemos "loucuras saudáveis"!
Um belíssmo post Pérola!
Beijinho

Vera, a Loira disse...

o bom é viver naquela linha intermédia entre a loucura total e a razão que só o amor nos proporciona.

António disse...

O amor é um estado de loucura, se assim não fosse não se sofreria tantas vezes por amor, continuando no entanto a amar.

Bjs!