sábado, 13 de setembro de 2014

Sou essa rocha . . .



Sou essa rocha
onde,
 tu,
meu mar,
me vens salgar
para depois, 
em nova onda,
provares o tempero.

Tenho seios esculpidos
em tuas mãos de espuma,
 que aguardam teus dedos,
teu toque, 
tua boca húmida,
num frenesim de relevo.

Habito nessa fronteira
onde tu te fazes meu
e eu desapareço em ti.

São nessas cadências
que existo,
no pulsar ritmado do teu ser
que me reclama, 
chama de sua,
em marés,
 de sabor a maresia,
com gritos de prazer.

Sou essa rocha,
morada do teu desejo,
que te dá forma 
e chama de meu.


35 comentários:

✿ chica disse...

UAU e tua inspiração explode mesmo a cada dia, como as ondas no rochedo.LINDO! bjs, chica

Evanir disse...

A vida é uma luta para que
eu viva com coragem e consciência de minhas limitações,
é preciso ter coragem para ser feliz!
Não é nada fácil termos a coragem de nos atirarmos na luta
todos os dias para tanto é preciso ter fé e esperança.
A vida é um caminho a ser percorrido
infinitamente único e sem atalhos.
Quantos encontros e desencontros
vivenciamos beleza risos ,
mais também temos dificuldades.
Um pensamento te deixo
desejando um abençoado final de semana.
beijos meus.
Evanir.

Cidália Ferreira disse...

Belo e quentinho poema. Perfeito!!!

Beijo, bom fim de semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Laura Santos disse...

Muito belo!
Toda a mulher que ama tem de ser mesmo uma rocha.
xx

Cantini Nath disse...

Que amor... amei a poesia.
Tenha um belo fim de semana.
Beijocas, Nath

Francisco disse...

Muito bom

Beijinhos e Bom Domingo

Gracita disse...

Bom dia Pérola
Versos de tirar o fôlego! O amor declamado com pujança.
Quando acordamos e colocamos um sorriso no rosto, o dia promete ser maravilhoso. Então faça com que seu dia seja assim... simplesmente um luxo!
Muita luz e paz neste domingo. Beijos e afagos no coração.
Gracita

Andreia Morais disse...

Todo o poema está fantástico, mas adorei a última quadra!

Beijinhos*

Agostinho disse...

Poema de uma mulher apaixonada, esculpida na rocha do querer.

Elyane Lacerdda disse...

Que lindo poema!
A paixão é algo que não sabemos definir, e nem precisa, basta sentir, não é verdade?
Bjus e bom domingo!
http://www.elianedelacerda.com

Rick disse...

Ficou muito bom.

Boa tarde,
Sem Guarda-Chuvas

Timtim Tim disse...

Fabuloso. Adorei o tema e a abordagem.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Belíssimo poema de amor.
Gostei imenso.
Emocionante mesmo.
Bj.
Irene Alves

Guaraciaba Perides disse...

Assim é quando se ama! bela junção da natureza em integração, a rocha e o amor em relação amorosa perpétua.Bem intuído e feliz poema!
Um abraço

aluap Al disse...

Mais um poema quente daqueles que já é hábito ler por aqui. Gostei.
Bj**

emanuel moura disse...

Beautiful querida amiga Perola ,muitos beijinhos no <3

Bang Kao ♪ ~ disse...

Que lindo....
Acho que posso dizer que esse é o meu preferido que li até agora. Muito lindo e com muito sentido.
Beijos!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Belíssimo poema amiga! Uma verdadeira entrega da Rocha que anseia desesperadamente pelas carícias do seu Mar.

Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado.

Ana Tapadas disse...

És a força poética dessa rocha!

Beijo

Mona Lisa disse...

Já fui essa rocha...

Magnífico poema.

Beijinhos.

miak disse...

Gostei especialmente deste poema. Muito bem. Parabéns.

Pedro Coimbra disse...

Água mole em pedra dura, Pérola??? :)))
Beijinhos e votos de boa semana

FireHead disse...

Eu de vez em quando armo-me em poeta e escrevo também umas coisisas que podem ser lidas no meu FireHead's Blog ou no Heredium, mas o difícil é eu conseguir ter a inspiração que tu tens para escrever tantas vezes poemas tão bonitos e sentidos.

Continua a escrever como tão bem fazes. :)

Beijinhos.

Juliana Rosa disse...

As vezes tenho que ser essa rocha para ter forças e enfrentar todos os problemas que estou passando no momento. Muito lindo. Bjos, desculpe a sumida estou me recuperando de uma cirurgia bem delicada.

Cláudia disse...

Já fui rocha, agora penso que sou uma simples pedrinha =S

Muito bom o texto.

Beijocas

Maria Adeladia disse...

PÉROLA:É necessário sermos rochas, pois na luta em prol do melhor, essa rocha só nos fortalece.Beijos e uma linda semana na paz de Deus!!

Sónia TM disse...

Repito-me eu sei, mas são sempre tão lindos

Sónia
www.tarasemanias.pt

Carpe diem to me disse...

Sempre inspirada :)
Adorei o poema,
Beijinhos

heretico disse...

que bom - assim salgadinha...

beijo

Flávia disse...

Com certeza gostei desse poema já o reli algumas vezes :)

Thoughts-little-princess.blogspot.com

José Carlos Sant Anna disse...

As tuas pulsões. Nomeá-las de todas as maneiras, re inventá-las, descobri-las, oferecê-las aos seus leitores. É por este caminho que o sujeito poético se afirma. Belo texto, Pérola!

Crocheteando...momentos! disse...

Por vezes...sou um pouco dessa rocha!!! Bj

Adriana Helena disse...

Oi Pérola, tudo bem?
Ah, que poema lindo!
Realmente a vida real não tem a magia do cinema...
Você especificou isso muito bem em seus versos encantadores...
Afinal, porque também não podemos ter finais felizes não é? rsrs

Adorei, estou gostando demais do seu modo de escrever poemas! É moderno e dinâmico, mas não perde a delicadeza!

Beijos e uma semana linda, como tudo aqui!:)))

© Piedade Araújo Sol disse...

um poema cheio de amor....


:)

EU disse...

O amor erotizado através da bela metáfora do mar. Muito bom!
Meu beijo, Pérola :)