segunda-feira, 29 de setembro de 2014

A pegada do Tempo


As minhas pegadas
marcam estradas sem mapa,
afundam-se em saudades vãs,
sorriem ao que está para vir.

Caminho ligeiro,
em ritmo meu,
umas vezes nunca mais passo,
outras parece que foi ontem.

Não me convencem
argumentos sofridos,
lágrimas de sabor a mar
ou o sangue ainda colada
a meus pés.

Piso, calco,
deixo sinal por onde passo
pois se me pertenço.

Dizem-me vaidoso,
carrasco, 
então,
porquê?

Só porque te vi nascer 
e estarei lá 
no teu último cerrar de olhos?

É sina minha,
ser Tempo,
estar aquém do início,
não querer saber do fim.

Apresso-me na calmaria,
vagueio no descanso,
não me perco como querem,
nunca paro, 
sou assim.

Não te preocupes,
também em ti tomo rumo
e a minha pegada te tatuará.





43 comentários:

Francisco disse...

Fabuloso, lindo mesmo

:)

Beijinhos

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

Gostei das pegados do tempo,
das que com o tempo não se gastaram
com o descanso mais me contento
das que no tempo perdidas não ficaram!

Com as mãos calejadas,
enrugadas do tempo
longas foram as caminhadas
pisando, calco, sofrimento!

atã nã quisera lá ver, sô alentejano...
qué que vomeceis tã pensando, ora essa
por que não tenha nenhuma pressa
vou repetir a palavra, viva o descanso!

Te desejo Pérola amiga,
uma boa noite e bons sonhos
fica com as pegadas na vida
na vida dos teus lábios risonhos!

Um beijo.

Andreia Morais disse...

As nossas pegadas também dão sinal da vontade que nos move; se queremos seguir em frente ou recuar, se nos deixamos mover pela dúvida ou se a certeza já chegou até nós

Luma Rosa disse...

Oi, Pérola!
O importante é não parar e seguir sempre em frente. Veremos cerrar muitos olhos, mas quem verá cerrar os nossos olhos não queremos ver acontecer. Caminhar para o infinito, sem que tenha um fim...
Beijus,

Dorli disse...

Oi Pérola
Simplesmente maravilhoso, passe algumas pegadas além mar.
Abç
Lua Singular

Agostinho disse...

Com o rumo traçado e o caminho sabido.

Ivone disse...

Lindíssimo poema, o tempo, nossa, tudo diz, seguimos em frente deixando pegadas, nossas marcas!
Bem escolhido os versos ricos, amei ler!
Abraços amiga Pérola!

José Carlos Sant Anna disse...

Essas marcam tatuam nosso corpo, parecem invisíveis, mas não o são para quem as vivenciam. Sem elas é como a vida não tivesse sentido ou não tivéssemos sentido a vida. Porque nos marcam, acompanham-nos por toda vida.
Beijos, Pérola!

Pedro Coimbra disse...

Passo a passo se constrói uma poema muito bonito

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola

Fantástico o teu poema. Adorei

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

A disse...

Lindo :)

FireHead disse...

Uma personificação exacta do tempo, esse agente da mudança.

Beijinhos.

Cátia Alves disse...

que lindooo :D
uma optima semana :)
beijinhos

Liliane de Paula disse...

Pérola, Pérola, sou muito fraca em entender poesias.
E quando entendo, são alguns textos.
Mas pelos comentários, sua poesia é linda.

Dos apelidos que a Emília põe nos filhos, não acho bonito.
Aliás de maneira geral, não gosto de apelidos.

Edna Patel disse...

Amei :))

Ana Bailune disse...

O que dizer?
O poema é lindo, e muito verdadeiro. Quisera ser sempre assim, mas na verdade, às vezes me perco.

Poesia do Bem disse...

Lindo poema. E na vida a gente vai vivendo e deixando marcas por onde passa.

Bell disse...

Deixamos sempre nossas marcas, por onde quer que passamos.

bjokas =)

Crocheteando...momentos! disse...

E se uma lágrima rolar do meu rosto...isso é saudade!!!
Adorei...e bj

Lassalete Cunha disse...

Tanta verdade junta! Fabuloso também este para não fugir ao que te é habitual.

Denise disse...

Tempo. Amigo ou inimigo? Depende de nós, de como nos colocamos frente a ele. Muita paz!

vendedor de ilusão disse...

Lindíssimo e tocante poema; quer queria quer não, por piores que sejam, nossas pagadas ficam...
Tenhas uma semana invejável.

emanuel moura disse...

Tempo soberano que tantas marcas deixa ,lindo poema cheio de reflexao ,muitos beijinhos querida amiga

Mariangela disse...

Oi Pérola!
Lindo poema...E assim vamos deixando nossas pegadas em nossos caminhos...
Lindo dia!
Beijos,
Mariangela

Hellz. disse...

Queria poder controlar o tempo ;(
principalmente as idades...

beijo
beinghellz.blogspot.com

Bandys disse...

Nossa que lindo!!
A vida não vem com manual, e muito menos bussola. O tempo caminha lado a lado mostrando os sinais vitais.

Beijos Perola

Sónia TM disse...

Lindo, nostálgico


Sónia
www.tarasemanias.pt

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Pérola...o tempo é função de nossa expressão na existência material, nos condiciona o espírito.
Um abraço

aluap Al disse...

Sabe Pérola, quando abri e vi a foto não pensei necessariamente nas minhas pegadas, pensei em pessoas envelhecidas, com rugas e cheiros próprios, com dores e sorrisos e com conhecimento da vida comum, da história ou até do mais académico.
Bjos.

Claudio Chamun disse...

Nossas pegadas sempre marcam estradas sem mapas e assim vamos sem parar.

Lindo!

Bjs

Desbravadores de Livros disse...

Seus versos são maravilhosos. Impossível não se encantar!

M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

Cantini Nath disse...

Cada dia mais lindas!
Amei a poesia... lindo o seu talento!
Beijocas, Nath

Silenciosamente ouvindo... disse...

Nossas pegadas deixam a nossa marca.
Lindo poema.
Gostei muito.
Bj.
Irene Alves

Andreia Morais disse...

r: Também dos que mais gosto e tenho imensa pena de não saber tocar.

Oh, que querida, muito obrigada! Com essas palavras fico sem saber o que dizer.

Beijinhos*

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, nos caminhos com curvas ou em linha recta, existe sempre dificuldades em percorrer os mesmos, para que não haja duvidas que os percorremos, é necessários que as nossas pegadas personalizadas sejam bem vincadas para que sejam reconhecidas e não deixar duvidas de quem percorreu.
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

heretico disse...

belo poema. gostei deveras.
beijo

Anne Lieri disse...

Que coisa mais linda de poesia, Perola! Eu adorei! bjs,

Lilá(s) disse...

Lindíssimo poema! as nossas pegadas deixam sempre marcas...
Bjs

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Pérola! Passando para agradecer as belas palavras de felicitações inseridas no comentário que deixaste lá no Arte & Emoções, quando da passagem do meu aniversário. Obrigado de coração.

Gostei muito de "A Pegada do Tempo". Um belo poema.

Beijos,

Furtado.

Patrícia disse...

Pérola, encantadora sua poesia! Bjs, querida!

EU disse...

E por que não assumir que as nossa pegadas são a nossa marca no tempo e no tempo de um outro?

Belo poema, Pérola!
Meu beijo :)

MARILENE disse...

Assim como ele nos deixa suas marcas, também nós marcamos muitos outros em nossa jornada.
Pode ele ser carrasco, mas não nos rouba as alegrias vividas e nem impede que continuemos a sonhar, mesmo depois das quedas. Bjs.