quarta-feira, 11 de abril de 2012

Desapego

O nada! O desapego!
Assustam-me! Sempre me agarrei a alguém, a alguma ideia, a qualquer sonho, a um objectivo que clamavam por mim. Persegui sonhos, tomei decisões em nome do ''Tudo' que fazia sentido. Melhor, fazia parecer.
Renunciar pode implicar dor e os nossos sentidos dizem-nos para fugir dela.
E se preciso do desapego, da sua prática para me encontrar?
Sinto urgência em ir mais além do que tenho tentado preservar com tanto esforço.
A noção de que o que tenho, o que sou, o que penso que me define, não chega.
Tu não me completas, o teu amor não me sacia. Necessito de ir além de ti.
As respostas talvez se encontram na insignificância, na fragilidade, na carência, na fraqueza, na vulnerabilidade do meu ser, que é nada.
As tuas respostas não as posso tomar como minhas, não me elevam, não são propicias ao meu crescimento.
No desapego preciso de começar, de novo, de experiêncais e soluções simples. Do nada quero partir . O Tudo não é meta.
As exigências toldem-me os movimentos e os pensamentos. Recuso-as, dou preferência ao nada.
Tem de existir razões, mesmo insignificantes, que lembrem o 'Eu'.
Recomeçar é preciso!
Preciso para viver...


9 comentários:

Lilá(s) disse...

Já dizes tudo: "Recomeçar é preciso" também acho...
Bjs

APENAS PALAVRAS disse...

COMO DAS OUTRAS VEZES ENTRO E FICO A CONTEMPLAR TUAS MAIS BELAS FRASE QUE ME TRAZ UMA SENSAÇÃO UNICA DE VIR E FICAR NO SEU MARAVILHO CANTINHO....PASSEI PRA TE DEIXAR UM CARINHO BJ....E TE DESEJAR UMA ÓTIMA SEMANA...

Mona Lisa disse...

Não olhes para trás...recomeça!...VIVE!

Beijos.

Vera, a Loira disse...

Nada mais a acrescertar, a não ser que me assusta o desapego e o nada.

mfc disse...

Para para pensar e decide.
Precisas ter o teu equilíbrio. Ele é-te imensamente necessário.
Há momentos em que temos que fazer opções na nossa vida... devidamente ponderadas.
Torço por ti... muiiiito.
Beijos.

Opinante disse...

Nunca é tarde para recomeçar, força :D

tétisq disse...

A vida está cheia de finais e começos...Força para recomeçar!*

Enigmático Byjotan disse...

Pérola,fico feliz pela identificação,nunca imaginei minha postagem tão humilde, tocar alguém de um jeito tão especial.Principalmente quando se trata de alguém que admiro tanto.Um beijo grande no coração.Beijo de leitor.:- BYJOTAN.

O blog da S. disse...

O desapego é assustador e o apego também. Cada um, à sua maneira, podem ser prejudiciais. Um faz que com que sejamos demasiado livres, o outro demasiado dependentes. Sou da opinião que andando nos extremos nunca estamos bem, por isso penso que o ideal é ir deambulando entre os dois, conforme as necessidades do momento.

Um grande beijinho.