domingo, 22 de abril de 2012

Silêncio...Precisa-se!

Nas ultimas décadas, com o aparecimento do rádio, da TV e posteriormente com os computadores, a net e tudo o que lhe está associado, o barulho tem aumentado progressiva e exponencialmente nas nossas vidas.
Com o aumento das tecnologias nas nossas vidas, seja em forma de telémoveis, mp3/4, portáteis,..., o silêncio deixou de fazer parte do nosso quotidiano, em razão inversa. Quanto mais 'modernos, mais 'ruído', menos momentos de introspeção.
O ruído pode ser tão simplesmente a TV que ligamos quando chegamos a casa só para fazer 'companhia', a música que nos acompanha nos múltiplos afazeres, o mail que não cansamos de espreitar na expectativa duma mensagem qualquer ou o sms urgente que temos de enviar.

Inventamos mil e uma desculpas para o 'deixarmo-nos levar', sem a meditação necessária inerente ao nosso trilho. Parece o caminho mais fácil, mas a aparência é uma ilusão.
Precisamos de recuperar o prazer da ausência de sons, a magnífica capacidade de nos escutarmos e de dialogarmos com o nosso 'eu'.
A introspeçao é urgente!
Temos de nos obrigar a fazer PAUSAS sob pena de nos deixarmos envolver por todo o emaranhado de ruído externo e perdermos contacto connosco.
Sim! É a nossa essência que está em jogo.
Para além do mais, sem silêncio,como conseguimos pensar?
Pshiu! Silêncio!
Aqui tenta-se ouvir...o interior.

19 comentários:

C. disse...

como te compreendo. Ás vezes o que reside na base desse silêncio é o medo que as pessoas têm em estar sozinhas. A televisão, o email, as mensagens, são tudo coisas que nos levam para mais perto dos outros. Talvez quando apreender-mos a estar conosco próprios o mundo seja todo ele mais silencioso.

sophie disse...

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=382888585089054&set=a.382786995099213.91159.26416
ajuda-me a passar à segunda fase, mete gosto e divulguem pf! obrigada:)

mfc disse...

E é tão necessário ouvirmo-nos e sentirmo-nos...
Avaliarmo-nos também!
E porque não equacionarmos as diferentes soluções que se nos colocam em relação, pelo menos, ao futuro próximo?!
E para tudo isso é tão necessário um sofá, silêncio... e uma luz coada!
Beijinhos.

Ana Minhalma disse...

ao domingo é sempre assim, muito confortável! :) obrigada querida, ainda bem que gostaste. um grande beijinho

Nelson Silva disse...

Pérola, de facto concordo contigo em tudo, eu gosto de mim, gosto de ser quem sou e gosto da minha maneira de pensar, se há alguém em que acredito é em mim mesmo. Eu sei que uma verdadeira amizade pode demorar meses, anos ou mesmo uma vida inteira a se construir.. são essas as amizades que nos completam. Sempre ouvi dizer que uma amizade verdadeira é muito mais que um namoro, a grande diferença é que um dura mesmo que tenha altos e baixo e o namoro pode não durar. Eu sei que a minha família não demonstra mesmo nada que me quer bem ou que se importa comigo.. mas acho que no fundo gostam de mim, embora a minha mãe não seja capaz de me dar bom dia nem boa noite, acho que gosta de mim.. :x
O divórvio dos meus pais fez-me ficar mesmo muito sensível, por isso é que levo as coisas mesmo a sério e deito-me a baixo. Just wanna be happy!*

Pretty in Pink disse...

Tenho a dizer que concordo plenamente. O silêncio é algo que já pouco existe nos nossos dias, mas é uma coisa tão tão preciosa que muitas vezes fico na cama de olhos pensados no silencio a pensar, e gosto tanto :)

Beijinho*

Aida disse...

Tao verdade!!! Eu costumo aproveitar as minhas insonias, a noite, na cama, para fazer uma introspeccao... O que ate deve ser a causa das insonias hehe


http://placequotehere.blogspot.pt/2012/04/stranded-in-forest.html

Su disse...

É mesmo! O silêncio é tão importante e muitas vezes nós nem conseguimos dar-lhe tempo :)

Mona Lisa disse...

Preciso de momentos de silêncio como de pão para a boca!

Momentos de silêncio, de introspecção, de companhia com o meu "eu", para pensar na vida...

Consigo-os!

Beijos.

The Princess Without Heart disse...

Adorei o teu blog.
Principalmente este texto *-*
Realmente ás vezes é mesmo preciso um minuto de silêncio (:
Segui (:

Katty disse...

Concordo. Eu já cheguei ao meu ponto tenho dias que simplesmente preciso de desligar o radio enquanto conduzo e dirigir somente dirigir sem sons. Foi como se me tivesse fartada de barulho.

ponto e virgula disse...

se não o fizermos, não estamos a cuidar de nós.
é essencial para o nosso equilibrio!!!




a...té

Ana Martins disse...

Pérola, boa noite!
Eu aprecio o silêncio, uma sala vazia sem qualquer som, só eu,a sala e os meus pensamentos, sabe tão bem às vezes!

Beijinho,
Ana Martins

AvoGI disse...

eu sou apreciador a do silencio , nao sempre mas muitas vezes
kis .=)

Blackye disse...

Eu sou grande apreciadora do silêncio, mas também gosto algumas vezes de me sentir "acompanhada" pelo rádio ou até mesmo pela tv...
Beijos

Opinante disse...

Às vezes é preciso parar para pensar e refletir, e o silêncio pode trazer grandes respostas para as nossas vidas...

Nany disse...

Uma cosias que faz confusão a miuta gente, é eu dizer que quero estar sozinha comigo, em silêncio. A sério, pensam logo que estou doente, armada aos cucos, ou a fazer-me de cara.
Gosto de ter momentos assim, 5m comigo, em silênco, sem pensar, ouvir, falar. Respirar fundo e por as ideias em ordem.
Bjs

Alergia disse...

Querida Pérola:
belo post! subscrevo!
Aprecio muito os momentos de silêncio, não tanto para que os ruídos dos outros e do mundo me "deixem em paz", mas para melhor poder pensar e apreciar o próprio silêncio.
É pena que estejamos tantas vezes odeados de ruído auditivo e até visual, nos espaços públicos por onde andamos: músicas aos berros, carros com música de discoteca que passam por nós, publicidade agressiva, altifalantes denecessários em ruas comerciais ou junto às praias! Como se tudo tivesse de estar impregnado de "acção", de ritmos saltitantes, de "movimento"!Uff! Uma praga!
bjos

Catarina* disse...

É verdade! Por vezes deixamos amizades de anos por amizades de semanas! depois apercebemos-se que foi um erro desvalorizar quem mais merecia!

Tens belas publicações, vou seguir com todo o gosto! beijinho