terça-feira, 22 de outubro de 2013

Alma Vadia



À deriva, 
por entre palavras alinhavadas,
rimas desfeitas, 
vida inquieta.

Sou alma vadia,
de lágrimas em fio,
afundada em conflitos meus,
desassossegos permitidos.

Lançada à toa,
perdida nas ventanias dos 'porquês',
mulher vagabunda de mãos vazias,
roubada em êxtases improváveis.

Inconstante, de caminho sem fim,
arrastada na garra da vontade,
atrevo-me na inspiração do desconhecido,
vagueando no sonho do desejo.

Sumida no abandono,
é a ternura que sorri,
sou mais eu,
uma alma vadia.

Pérola




24 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Ser errante é apenas outra forma de encontrar o caminho... ou de o fazer.

beijo amigo

Francisco disse...

Já somos duas almas vadias

gostei bastante :D

Beijokas

edumanes disse...

Andas à deriva
Não pensei nisso
És alma vadia
Não acredito.

Lançada à toa
Perdida nas ventanias
Se és má, não és boa
Vagabunda de mãos vazias.

Caminhas sem fim
Nas garras da vontade
Espera por mim
Te conduzo à liberdade!

O teu poema, não foi não
Escrito à deriva, nem ao abandono
Vagueava na imaginação
Com os desejos te levando!

Maravilhoso
Com alguma contradição
Dentro do teu peito bondoso
Tens o teu o coração!

Boa noite para ti
amiga Pérola, um beijo
Eduardo.

Cláudia disse...

Gostei muito.

Beijocas

Dorli disse...

Oi Pérola
Suas poesias são lindas
Agora vou postar segunda e quinta-feira.
Mande um e-mail pra mim...está no meu perfil.
Beijos
Lua Singular
Vou colocar aviso no blog

José Carlos Sant Anna disse...

Essa alma vadia é bela! É um belo texto, de imagens fortes. Gostei muito do poema.
Beijo,

Maria disse...

Uau!!!! Por vários motivos...!!!!
Beijinhos
Maria

Beatriz Bragança disse...

Querida Margarida
Um poema muito belo!!!
Divagar faz bem! Acabamos por nos encontrarmos...
Muitos parabéns.
Beijinhos da
Beatriz
VIDA E PENSAMENTOS
http://pegadasdeanjo.blogspot.com

Opinante disse...

Adorei!

Arco-Íris de Frida disse...

Tao lindo...

Armando Sena disse...

A deriva como mote para a criação.
Bem pensado, excelentemente executado.
bj

Cidália Ferreira disse...

Amei!
Ah Quantas vezes me sinto uma alma vadia.Adorei ler!

beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Arco Iris disse...

Por vezes também me sinto uma Alma vadia.
Bonito.
Bjs

lis disse...

Vejo que tem festa sentimental em novembro!
lançamento de livro é uma festa linda!Parabéns.
Vou ficar 'ligadinha' nesse sucesso.
Lindo poema pérola
deixo abraços

São disse...

Sabe que a mim já me designaram por entidade vadia, porque tanto eu como essa pessoa cremos na reencarnação?

Abraço grande

Laura Santos disse...

O que é preciso são almas vadias, uma alma acomodada no seu canto não serve para nada.
Belo poema!
xx

Diana F. Fonseca disse...

Mas uma alma tão cheia!

Rapha Barreto disse...

E quantas almas não são assim também, até a minha de vez em quando fica desse jeito.
Belo poema.

Beijos

http://mylife-rapha.blogspot.com

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Pérola. Lindíssima a sua poesia!
Extremamente profunda!
Parabéns pelo seu primeiro livro de poesias, que seja ele um enorme sucesso, és merecedora.
Beijos na alma e paz!
Linda semana!

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Fernanda Bender disse...

Pois ser essa "alma vadia" não parece ruim não... tenho um pouco disso e percebe-se pela minha inconstância, hehehe!
Muito boa poesia :)
Beijos!

Mona Lisa disse...

Alma vadia que vagueia entre sonhos até se encontrar...

Amei o poema!

Beijinhos.

Mira disse...

Pérola, fiquei feliz com o lançamento
do seu primeiro livro, mais que merecido, vai ter muito sucesso,
parabéns beijo

emanuel disse...

Um lindo poema ,uma alma que procura encontrar o seu porto de abrigo ,muitos beijinhos