segunda-feira, 21 de outubro de 2013

De Salpico em Salpico . . .



Salpicam-me memórias,
saudades sem vergonha.

Libertam-me na fresquidão acalorada,
autorizando ousadias escondidas.

Em cada assomo de nós
 pingos inundam corpos inflamados.

Tu e eu,
entidade num todo.

Sou chama, 
labareda salpicada em forma de centelha.

És lume,
ateado na fusão de orvalho derramado.

Salpicos quentes,
de labaredas suadas pelo amor que se fez.

Em paixão sem noite
salpicas a madeira que sou eu.

Incendeio o carvão,
em que te consumiste.

Água e Fogo,
inflamam-nos em supremas gotículas.

Somos levados pelo vento,
na onda de salpicos sem mar.

Bailado onde tudo se esquece,
somos livres,
salpicados um no outro.

Pérola




26 comentários:

Francisco disse...

Tão bom salpicar e ser salpicado ;)

Beijokas :D

JP disse...

Continuas a deliciar-nos com a tua poesia...parece um bailado onde as letras conhecem de cor todos os passos.


Beijo

Dorli disse...

Oi Pérola
Como é bom salpicar a vida
Sua poesia é linda
Parabéns pelo livro e muito sucesso
Beijos
Lua Singular

PINTA ROXA disse...

Sucesso para o teu livro.
Beijos

M D Roque disse...

Salpico-te com a maior felicidade do mundo. Boa sorte e mil beijinhos.

edumanes disse...

De salpico em salpico
De degrau em degrau
Atenção ao que te digo
Tem cuidado com o lacrau.

De pedra em pedra
Para onde irá sem roupa
Sozinha lá vai ela
Talvez, por amor louca?

Por não ser advinhão
Só estou a imaginar
Não vi nada não
Paciência, vou esperar.

És uma máquina
A fabricar poemas
Também és simpática
Para onde irá
aquela ave sem penas!

Boa noite para ti amiga Pérola
Desculpa qualquer coisinha
Estas palavras de brincadeira
Não são para ofender Margarida Farinha!
Um beijo
Eduardo.

Laura Santos disse...

Há lá coisa melhor do que saudades sem vergonha?...;-)
Adoro a forma como escreves, e neste poema adorei a última estrofe; fechas de forma magistral!
Muito bonito.
xx

José Carlos Sant Anna disse...

De sal e picos, eis o tempero perfeito para o amor...
Beijo, Pérola!

Daniel Andre disse...

Eu tenho uma saudade sem vergonha de um amor carnal, e a vontade de salpica-la de beijos e abraços. Mas as labaredas de nossos orgulhos, é grande demais. Menina, você não é ótima, é fantástica. Poesia linda, tão doce quanto a estrutura do blogue. Já estou te seguindo para manter-me atualizado de tudo.

Abraços do novo amigo,
Dan.

http://gagopoetico.blogspot.com.br/

Daniel Andre disse...

Eu tenho uma saudade sem vergonha de um amor carnal, e a vontade de salpica-la de beijos e abraços. Mas as labaredas de nossos orgulhos, é grande demais. Menina, você não é ótima, é fantástica. Poesia linda, tão doce quanto a estrutura do blogue. Já estou te seguindo para manter-me atualizado de tudo.

Abraços do novo amigo,
Dan.

http://gagopoetico.blogspot.com.br/

mARa disse...

Livres salpicados um no outro!

Lindo isso!

Abço frateno!

Cidália Ferreira disse...

Deliciosos Salpico de Amor..
Amei!!


beijinho grande

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Assim tudo começa...Lindo! bjs,chica

Ricardo- águialivre disse...

Casa beijo será um salpico de amor

Adorei o poema...Sedutor em entrega, desejo e amor

Deixo abraço
******************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Bell disse...

Vamos salpicar amor hj.
O mundo precisa disto.

bjokas =)

Omar enletrasarte disse...

si bailando se olvida, hay que bailar
saludos

Arco Iris disse...

De salpico em salpico, vais nos deliciando com as tuas palavras.
Bjs

Diana F. Fonseca disse...

Fantástico, adorei!

ONG ALERTA disse...

Assim seguimos...
Beijo Lisette.

Lilasesazuis disse...

Ah! Pérola,

Entrei aqui e sai salpicada de lirismo !!!...salpicada de romantismo!!!....salpicada de amor!!....

Amei seus versos!

beijinhos,

Lígia e =ˆˆ=

Nilson Barcelli disse...

Salpicar e ser salpicado é uma coisa muito boa...
Gostei do teu poema, é magnífico.
Tem uma boa semana, querida amiga Pérola.
Abraço.

Lilá(s) disse...

Gosto do teu salpicar...
Bjs

Maria disse...

Bem nem sei que diga...cada vez gosto mais de te ler...Muito...muito bom! Espero que já estejas a preparar o segundo livro!
Beijinhos
Maria

emanuel disse...

A vida e feita de momentos, por isso faço com que cada momento seja como salpicos cheios e intensos e se puder que sejam sempre vividos com muito amor ,muitos beijinhos

Mona Lisa disse...

Um bailado intenso e feliz!

Um poema genial!

Beijinhos.

manuela barroso disse...

Querida amiga,

Salpicos são doses de mimos!
Quero muito que o "Mar de Pérolas" sejam um êxito.
Parabéns
E muitos bjis