quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Revelo-me Em Ti !



És tentação minha,
moradora em emoções clandestinas.

Tornas-me riqueza afundada
em delírios profundos.

Suspiro-te na respiração 
do oxigénio que me sustém.

Escapa-se-me a mão em ti
com afagos insinuantes.

Deixas-me na pele
o sabor dos teus lábios.

Arrepias-me por montes e vales
na geografia do meu corpo.

Escutar-te é ouvir-me
no meu ser que é teu.

Transportas e vida em tempos
apaixonadamente desmesurados.

Desarmas-me no teu toque caprichoso
apetecido em cada gesto.

Revelo-me em ti de coração exposto 
aos sentidos e afetos.

Ofereço-te a minha essência
na simplicidade do ser.

Dás-me a mão?



19 comentários:

luisa disse...

Poema revelador... :)

Evanir disse...

Minha querida como é bom poder estar aqui por um momento lendo seu poema tão lindo.
Estou demorando para visitar alguns problemas amiga mais tudo passa.
Um carinhoso beijo , Evanir.

Felina disse...

Revelação em alto relevo



Beijo

Vera, a Loira disse...

Que lindo, adoro o que escreves.

Patrícia disse...

Amiga, essa pérola está no livro também? Adorei, lindo
Bjs

mmm´s disse...

A intimidade poética a que sempre nos habituou.

Zilani Célia disse...

OI PÉROLA!
ASSIM É O AMOR, PURA ESSÊNCIA....
LINDO MESMO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

; diiana ♥ disse...

com a meia-calça dá pra andar :)

DE-PROPOSITO disse...

Dás-me a mão?
------------
Dar a mão a quem dela precisa.
.......
Felicidades

edumanes disse...

Com palavras desenhado!
O teu alindado poema li
Quando sonhava acordado
A noção do tempo perdi.

Voava com o vento
Ao encontro da imaginação
Mergulhei no mar imenso
Quase perdi a respiração
Nos versos do teu poema
Li a palavra tentação!

Bom dia para ti amiga Pérola,
um abraço
Eduardo.

Rovênia disse...

As mãos se seguram, as almas se transferem e o amor, ah esse, é avoluma-se. Gostei, Pérola! Um grande abraço.

ONG ALERTA disse...

Nos da o prazer de ler...
Beijo Lisette

A disse...

Identifico-me bastante com este poema :)

Ghost e Bindi disse...

Um poema com o sentimento da alma, revelando um sentimento tão leve como o silêncio da paz, mas profundo como o eterno amor.

Ghost e Bindi

Cristi@ne disse...

Que linda poesia... parabéns, como sempre!
E muito sucesso no livro, que sejas bem feliz...
Bjinhos
http://livrosleituraeciadacris.blogspot.pt/

emanuel disse...

A pureza do amor nas profundezas do nosso ser num lindo poema ,muitos beijinhos

Arco-Íris de Frida disse...

O amor exposto, revelado na pele...o amor é sempre profundo...

Laura Santos disse...

A geografia de montes e vales num corpo que se deseja.
Lindo, como sempre!
xx

José Carlos Sant Anna disse...

Este poema é palpável nas entranhas. Nele as palavras se sustentam sozinhas. Belo poema.
Beijos, Pérola!