sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Saber meu




Sei-me  . . .

no sentir desmesurado

no nó das palavras presas na garganta

no querer embriagado pelo fantasia

no embargo de desejos inconfessados

no sorriso autêntico que ecoa

no arrepio que desabrocham em tuas mãos

no abismo desconhecido que me chama

na veste do sonho incorpóreo 

no renúncia do crepúsculo anunciado

na aurora que me amanhece

no verso incompleto que não respira

no povoado de cheiro a lembranças

no sinuoso caminho que me fere pés e alma

na música que engravida lágrimas

na palavra única de quem me adivinha

na carência do amor que tarda

na flor das minhas entranhas

no leito de prazer sem tempo

na pequenez de mim

no  meu Ser.

Pérola




19 comentários:

JP disse...

E continuas a brindar-nos com sorrisos em forma de poemas...

Beijo

Laura Santos disse...

E às vezes custa sabermo-nos tão desmesuradamente...

Tétisq disse...

sabes-te bem! :)

Bell disse...

lindo =)

Maria disse...

Sabes-te e isso é raro e especial!!
Beijinhos
Maria

emanuel disse...

Sou tao pequenino perante tais sabias palavras , sinto-me enriquecido so de as ler querida amiga beijinhos

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Lindo... Gostei de ler.

Bom fim de semana
beijo

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Diana F. Fonseca disse...

Um ser tão grande e rico!

Sónia M. disse...

Muito belo!

Bom fim de semana.
Beijo

Sónia

edumanes disse...

Quem te adivinha
Sem se opor
Margarida Farinha
Mereces uma flor!

Não sejas tonta
Afasta-te da dor
Desata esse só da garganta
Deixa sair palavras de amor

Porque escreves assim tão bem
Mereces ser condecorada
Quem muito amor tem
Só pode ser mulher bem amada.

Bom fim de semana,
para ti amiga Pérola,um beijo
Eduardo.

ONG ALERTA disse...

Saber sempre....
Beijo Lisette.

Francisco disse...

Gostei muito :)

Beijokas

nos"entas!!!! ( e feliz) disse...

:) lindo.....
tambem sei bem...o que queria ;)

Rafeiro Perfumado disse...

Eu bem disse à música para usar preservativo, mas ela não me ligou nenhuma...

quem és, que fazes aqui? disse...


Ter consciência de que te sabes é ums diferença.

Gosto!

Beijo

Laura

mmm´s disse...

Sabemo-nos na grandeza do Ser!

Margarida Alegria disse...

Hummm...
Só não concordo com o penúltimo verso :"na pequenez de mim".
Quem é poeta assim não é gago nem tem pequenez!
Aqui estou, Pérola, como tinha prometido.
Mas de novo em bolandas com as maluquices do pc. Mal o abri aparece-me a barra dos Fs do computador no ecrã (ambiente de trabalho) mas não sei como a apagar. E nem serve para nada! Está apenas a atrapalhar e a barrar outros ícones!É demais! Tira a visibilidade a tudo o que está em cima!) :(
Bem, vou ver se posto qualquer coisa. Mas isto assim é desgastante!).
Muitos beijinhos!

Liliane de Paula disse...

"Carência de amor que falta". Bonito.

Mona Lisa disse...

Conhecemo-nos!
Apenas nos mostramos a quem queremos!

Beijinhos.