quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Melodia sem Maestro



“A vida é um piano. 
Teclas brancas representam a felicidade e as pretas a angústia. 
Com o passar do tempo você percebe que as teclas pretas também fazem música.”
 
A Última Música


As notas pairam no ar
em melodiosos acordes
compassos ritmados.

Nós somos as cordas vibrantes
em sintonia perfeita
de mãos afadigadas.

Teus dedos têm sensibilidade de artista
os meus só querem tocar.

Mergulhados no som
compomos sinfonia sem pauta
na regência de quereres audíveis.

Na concórdia do andamento
saímos da música
e solfejamos outras partituras.

Pérola




22 comentários:

edumanes disse...

Que tocavas piano, não sabia
Também não sabia que a "vida é um piano"
Para eu ouvir, toca lá uma linda melodia
Dizem quem nasce no Alentejo é alentejano!
Teclas pretas angustia
Teclas brancas felicidade
Ada por aí muita astúcia
Dando música em liberdade!

Boa noite para ti, amiga Pérola,
um beijo. Eduardo.

PS: Então, não sabias
que ainda há por ai muito penico.

Francisco disse...

Muito bom ;)

Beijinhos

Laura Santos disse...

Tão belo poema!
xx

Felina disse...

Instrumentalizas muito bem as palavras, parabéns

Beijoca

Patrícia Pinna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Pérola. Lindo poema.
Sempre digo que a vida é dual, a tristeza e a alegria se misturam e isso é um fato.
Tem vezes que estamos mais vibrando em branco, outras mergulhamos no preto profundo até encontrarmos o equilíbrio certa hora.
Parabéns!
Beijos na alma e tudo de bom!

Vera, a Loira disse...

Que lindo.

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Pérola

Gostei muito de ler!!

Beijo, bom fim de semana´
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Opinante disse...

A primeira frase está muito interessante :)

Beatriz Bragança disse...

Querida Pérola
Gostei muito da metáfora.Assim como o piano tem teclas pretas e brancas, também a vida tem altos e baixos.Podemos andar ao som da música ou então...pensar como o Poeta:«No peito de um desafinado também bate um coração.» E por aí adiante...
parabéns.
Beijinhos da
Beatriz

S disse...

Que bonito :) Obrigada pela tua visita e por seguires, também te sigo!
Bj S

São disse...

Que sabedoria aqui fica plasmada neste post, Pérola!

O silêncio também faz parte da música...

Abraço grande

Raul Campani disse...

As notas pretas valorizam as brancas.
As teclas também não são nada sem os dedos para tocá-las.
Bjs.

Fê blue bird disse...

“A vida é um piano.
Teclas brancas representam a felicidade e as pretas a angústia.
Com o passar do tempo você percebe que as teclas pretas também fazem música.”

É nesta simbiose que a música vira sinfonia. Lindo!!!

beijinho

emanuel disse...

Todas se unem numa linda melodia ,um lindo momento beijinhos

Enigmático Byjotan disse...

Misturar sem preconceito, sem medo de errar, esta é a temática do verdeiro amor, que não se finda em desejos apenas, vai além e muito mais.Um grande beijo do amigo leitor de sempre.:-BYJOTAN.

Diana Filipa Fonseca disse...

E nós somos a melodia. Gostei!

Diana Filipa Fonseca disse...

Fiquei contente por te teres dado a esse trabalho. Ainda existem pessoas interessantes, como tu!

Portuguesinha disse...

Bonito.
Mas de quem é a citação entre aspas?

Portuguesinha disse...

Bonito.
Mas de quem é a citação entre aspas?

Liliane de Paula disse...

Pois é. As teclas brancas e pretas para formarem o conjunto. Harmonioso conjunto.

Mona Lisa disse...

Uma sinfonia melodiosa , tanta vez com acordes de angustia mais prolongados que os de alegria.

Magnífico poema!

Os meus sinceros parabéns!

Beijinhos.