segunda-feira, 23 de julho de 2012

De Mim...

Decicidamente, não sou raparigas de pausas, de tempos tirados para pensar, meditar nesta vida.
É-me intrínseco fazê-lo.
 Por muito que ensaie esvaziar a mente, ensinamentos de mestres orientais, desisto.
Dou por mim de mente ligada, tal como o  batimento cardíaco.
Nada de permissões ou temporizações.
Acontece e naturalmente.
Quanto mais depressa acolher estas inquietações e dessasssogegos, próprios da minha índole, tanto mais poderei ficar liberta para o essencial.
Nas buscas incessantes de explicações, encontram-se as tais pausas, tão indespensáveis para alguns.
Para mim, a existência basta.
Nada de partir em demandas frutuosas, que resultam para outros.
Comigo, a dança do carossel da existência propõe-me alegrias, tristezas, dúvidas, num contínum incessante, sem pausas.
Repito, as pausas são constituintes do meu âmago.
A revolta ou mudança tornam-se inúteis e dispensáveis.

16 comentários:

Flor Guerreira disse...

Isso não é mau!! Um desassossego contante faz-nos não aceitar de animo leve todas as verdades irrefutáveis!

mfc disse...

Se tudo estiver errado?!
... anda como mudar e urgentemente!
Beijinhos,

Rafeiro Perfumado disse...

Já eu gosto de fazer pequenas pausas, para assentar ideias. Faz-me maravilhas, excepto quando isso sucede em plena via pública e perturbo o trânsito. Beijoca!

Mona Lisa disse...

Nunca fui de grandes pausas!

Viro a página e continuo, sempre pensando que melhores dias virão!

Adorei ver-te de volta!

Beijinhos.

aNaMartins disse...

:) olha aqui ela de volta, afinal a pausa não durou muito, eu quando me dedico para descansar e pensar, canso-me mais penso no que não devo e por isso as pausas nem sempre sao positivas.

Beijinho querida

Mim disse...

Gosto das tuas pausas curtinhas, minha Pérola! Acho que és um bocadinho como eu e encho me de orgulho. Há que virar a página e continuar...

Abraço (te)

Secreta disse...

Nem sempre as pausas nos ajudam a encontrar respostas ou caminhos mais descomplicados...

C. disse...

Fico tão contente que estejas de volta :,)
E não é mau, nem sempre precisamos de dias ou semanas para saber aquilo que conseguimos saber em algumas horas meu doce :)

cycle disse...

Eu cada vez penso menos :))

S* disse...

Pareces determinada e ciente do que queres. :)

amarela disse...

eu estou a seguir com muito gosto, queria te pedir mais uma coisa, para votares todos os dias, nas minhas fotografias e noutro concurso.


vou-te mandar um link do meu blog onde explica tudo, e se poderes divulgar eu agradecia http://silenciodosegredo.blogspot.pt/

Carolina disse...

Não é mau :)

Lilá(s) disse...

Querem lá ver que somos parecidas!
Bjs

Multiolhares disse...

já tive a para aquecer era bom de resto...
beijos

manuela barroso disse...

O curso da vida tem os seus cambiantes.
E cada um viaja na carruagem que mais se adequa à sua forme de estar na vida
Beijinhos

Parede Escrita disse...

Temos de seguir em frente...
Muito obrigado :)
Exatamente, mas depende da mentira ;p