sábado, 14 de julho de 2012

Gustav Klimt

The Tree of Life
A arte é daquelas coisas que se adora ou odeia;
Ou nos emociona ou nos é indiferente.

De qualquer das formas, a vida tem uma comparação bem conseguida com uma árvore.
Brota duma semente, vai crescendo, fortalecendo-se, cria ramos de orientações abrangentes, surgindo, seguindo a orientação da luz.
Pode morrer uma fraçao que novos rebentos surgirão, com maior pujança.
O tronco comum confere-lhe identidade, contudo as manifestações podem ser contraditórias.
Poderá florescer e dar fruto que será sadio ou atacado por maleitas várias.
Os seus ramos poderão entrelaçar-se com galhos vizinhos, mas nunca deixará de se alimentar da seiva que provém da sua raíz.
O derrube é sempre uma possibilidadem culminando no apodrecimento ou no surgimentos de frágeis rebentos sujeitos a intempéries várias.
Acabará por deixar de existir, pois essa é a condição de qualquer ser vivente.

12 comentários:

edumanes disse...

Aqui voltei porque eram tudo muito bom
Encontrei algo diferente
Fazem com certeza parte do seu dom
galhos e vizinhos que incomodam muita gente!

Do seu dom fazem parte gente boa
Como nascem e crescem as árvores
Se sofre quando se fazem coisas à toa
Incluídos estarão muitos disparates !
Bom fim de semana,
um beijo
Eduardo.

mfc disse...

Um belo texto sobre uma pintura de Klimt que traça a comparação, muito bem feita, entre a árvore e a vida!
Beijinhos.

Alex disse...

Confesso que já há alguns dias que não vinha aqui ao teu cantinho e gostei muito deste visual romântico. Também gostei da referência ao Gustav Klimt, um pintor que admiro.

Mona Lisa disse...

Adoro a comparação da árvore à vida e leva-me sempre a pensar que devemos(pelo menos tentar) viver intensamente cada ciclo(parte da árvore) da nossa vida.

Beijos.

Multiolhares disse...

a natureza mostra-nos como se desenvolve a vida, só temos de estar atentos
beijinhos

Lilá(s) disse...

Hoje o google fez-me a surpresa de colocar em destaque o quadro de Klimt que há vários anos embeleza a parede do meu escritório...
Muito bem feita a comparação entre a árvore e a vida! Adorei Pérola.
Bjs

✿ chica disse...

Sempre lindo, aprendemos aqui!beijos,as férias estão ótimas!chica

Fifi disse...

Cada vez gosto mais da tua escrita :) quanto ao quadro já gosto há mais tempo do que conheço a tua escrita :)

Beijinhos e continua assim tão bem inspirada :D

Cláudia disse...

Gostei da comparação =)

Mar disse...

O Sr. Klimt com as suas pinturas que serão eternas, tal como estas tuas palavras que dom Pérola.
Beijinhos e uma semana muito Feliz :)
P.S. Gosto muito de Klimt, o favorito é "o beijo" e tb as suas gravidas apesar de muito "magrinhas" tb são lindas.

Filipa disse...

gostei de ficar a saber um pouco mais de ti!! :)
Brigada pelo comment no meu blog... fico contente que tenhas gostado...
XOXO

aNaMartins disse...

Às vezes a arte é-me indiferente às vezes não, mas há variadíssimas formas de arte. fizeste aí uma boa análise da qual também concordo, sermos comparados à árvore.

Beijinho