quarta-feira, 11 de julho de 2012

Presente

Tumblr_lvf19eu2gb1qf5tl0o1_500_large
Trazias o Sol como cúmplice.
A luminosidade cingia-te de forma irresistível.
De sorriso maroto deixavas adivinhar emoção.
Como se não soubesses que o nosso encontro bastava.
Deste-me um beijo.
Sem pretensões depositaste-me um pequeno presente na mão.
Pasmada, não soube agradecer.
Tu já eras mais do que eu podia ansiar.
Nenhuma outra coisa ou pessoa me podiam ser mais queridos.
Bastas-me.
Com réstias de timidez, pela tua presença tão próxima, abro a caixinha.
O mundo abriu-se e nele só ficámos os dois.
Reunidos no nós, desejei que a eternidade se  materializasse.
Cerrei os olhos e fiquei parada no tempo,
junção do 'eu' e do 'tu' com a oferenda como prova.

18 comentários:

Mona Lisa disse...

Belíssimo poema...uma declaração de amor...terna!...Terna...Terna!...

Parabéns!

Beijos.

Cláudia disse...

Bela declaração de amor =)

O teu blog está mesmo bonito =)

Gostei do novo visual

Beijocas

Flor Guerreira disse...

Lindo, sentido...no words!

✿ chica disse...

Sempre inspirada essa minha amiga!!Lindo!beijos,chica

Margarida C. disse...

Pois foi querida, foi ontem! Ainda ñ deu para avisar! Gostas do nome? Estava indecisa!!
Beijinhos

manuela barroso disse...

Um presente: Uma forma muda mas expressiva de dizer"amo-te"!
Abraço

BB disse...

está super fofinho o teu blog :)

dreams disse...

Gostei tanto deste look;) Kisses!!!

AvoGI disse...

mudaste e colocaste passarinhos?
kis :=)

Graça Pereira disse...

Uma declaração de amor, diferente e intensa. Gostei.
Beijo
Graça

Fifi disse...

Que lindo, a foto e o texto está de mais :)

Gostei da mudança no teu blog :)

Beijinhos *

Anita disse...

uma pérola para uma perola ;)

miminho para ti la no estaminé
bj

Valsita disse...

Ola minha linda... que lindo que está o teu blog :) gostei desta roupagem nova!!!

O Sexo e a Idade disse...

Liiiiiindo!
Tão bonito!
Que declaração de amor fantástica!
Parabéns!

edumanes disse...

À guerra do amor se rendeu
Para não perder a batalha
Sem violência venceu
Porque a inteligência não falha!

Do amor ficou prisioneira
Mas ser essa a liberdade
Desnuda sem armas guerreira
Na batalha da felicidade!

Boa quinta-feira,
um beijo
Eduardo.

Lilá(s) disse...

A inspiração não tem limites, ou será dos dias de sol?
Muito lindo!
Bjs

Arco Iris disse...

Surpreendes com os teus textos lindíssimos, e este muito profundo.
Bjs

mfc disse...

Imagino o teu sorriso...
Quem não gosta de receber presentes?!
... são como perfumes que nos inebriam!

Beijos,