quinta-feira, 15 de março de 2012

Dúvidas...

Tomando, como ponto de partida, o pensamento do bloguer amigo 'Apenas palavras' :  "Onde os sentimentos não precisam de motivo nem os desejos de razão", ponho-me a pensar. Como seria o Mundo onde tal fosse a regra?
Já se imaginaram numa vida em que a razão não precisasse de ser ouvida e os sentimentos fossem os nossos guias?
Como é de senso comum, costumamos dizer que o amor comanda a vida, é a mola da vida, como tão bem comentou o amigo bloguer mfc. Mas, será uma das molas, ou 'A' mola'?
E, quanto aos desejos, talvez não precisem de razão para a sua existência. E, ficam-se por aí, somente desejos?
Não sei, a dúvida tornou-se no meu novo nome!

9 comentários:

Valsita disse...

Espero que o solinho de hoje te traga a clareza que procuras...

Minharealidade disse...

Dúvidas, pois eu sou um poço cheio delas, com o tempo algumas se vão esclarecendo, outras não desaparecem .

Pérola disse...

Por aqui o cinzento ainda dá o mote.

Pérola disse...

Não desaparecem e não as conseguimos atirar janela fora, uma maçada!

D.N. disse...

Ultimamente em mim só tenho perguntas e respostas nem ve-las... Beijinhos

Pérola disse...

As respostas, às vezes, estão tão próximas que nem as conseguimos ver. São como os vírus, estás a ver?

Blackye disse...

Eu penso que se os desejos só comandassem a nossa vida mais tarde ou mais cedo iríamos sofrer com isso. Somos racionais e emocionais, precisamos de sentimentos e razão juntos para conseguirmos viver... Separados seremos infelizes (mais emotivos ou mais racionais exageradamente), juntos são a constituição de nós mesmos, o segredo está na sua complementação.

mfc disse...

Nestas coisas não há regras pré estabelecidas, nem casos similares!
Cada caso é um caso... e é caso para dizer: os dois que se desenvencilhem como melhor souberem!
Beijos.

Pérola disse...

Sentimentos e razão bem equilibrados. Não sei se consigo, Blackye.