terça-feira, 27 de março de 2012

Realidade


 Eu e a minha mania dos conceitos,  definições e compreensões. Pronto rimou e eu sem me importar.
Realidade é um conceito que nos permite designar a totalidade em que o Homem vive. Real é tudo aquilo que de qualquer modo entra em relação com o ser humano e que graças a este ganha consistência e sentido. A realidade qpresenta-se, assim, como conjunto de possibilidades.
Não existindo a realidade em si visto  depender de nós, a realidade é fruto do nosso pensamento , do uso da nossa razão.
Então, a realidade terá um aspeto moldado à nossa história de vida misturada com os condicionalismos atuais e temperada com os projectos e sonhos futuros.
Se nos encontramos: tímidos, desconfiados, céticos, recetivos, crentes, benevolentes, corajosos, amorosos, solidários, desesperados, frustados, apaixonados, cansados, preguiçosos, alegres ( bem, penso que já perceberam a ideia), também a realidade reflete esses estados de espírito como um espelho nos devolve a nossa imagem.
Desta forma, a nossa realidade pode ter muito pouco a ver com o real, ou melhor, terá tudo a ver com a 'nossa' realidade, mas talvez, oposta à realidade do 'outro'.
Chego sempre ao subjetivismo, e, eu, bem que lhe quero fugir.
Por outro lado, este conceito pode ser libertador. Conhecendo e sabendo que só existe para mim, posso ter a opção de escolher outra roupagem para a minha realidade. Com tudo isto fico sem entender porque há tantas injustiças, guerras, conflitos e familiares próximos.
O conceito estrangula! Apesar da existência de tantas realidades, os sentimentos marcam-nos, ferem-nos de tal forma que não há volta a dar.
É a realidade e ponto final.


16 comentários:

- HGabiL disse...

Muito Muito Obrigado pelo comentário ((:

- HGabiL disse...

:O e não fiqes preocupada,
não qeria isso! :O

Mona Lisa disse...

...normalmente aquela com que não sonhámos.

...que pode não depender de nós, mas sermos "forçadas" a ela.

...sendo a possível,vamos tentar vivê-la com um sorriso...

A realidade é uma caixinha de surpresas!

Beijos.

- HGabiL disse...

Oh não é qe a primeira parte do comentário era a respota do post e a segunda era a resposta ao comentario :P

Ana Martins disse...

Pérola, boa noite!
Antes de dizer o que quer que seja, parabéns pelo texto, e pela reflexão a que ele nos obriga.
A nossa realidade, não é a dos outros, cada um vive a sua, com a força, coragem, alegria ou tristeza com que a sabe viver. Contudo, e para nossa desilusão e apreensão, existe a realidade do mundo, e esta, de facto aflige-me, vivemos num mundo realmente pobre a nível de valores e consciência. A constatar esta triste e terrível realidade, estão todos os dias os telejornais.

Beijinho,
Ana Martins

disse...

Sempre adoro seus textos! :) bjsss

Minharealidade disse...

A realidade na maior parte das vezes é a é do pior, pois iludimo-nos bastante e quando chega a hora da realidade é um desastre, mas a vida é assim .
Temos de ter os olhos bem abertos para a nossa realidade do dia-a-dia e não nos metermos a sonhar muito algo, pois podemos sair magoados .
Um beijinho *

tétisq disse...

"A riqueza da Humanidade exprimir-se-ia na inovação, no diferente e não na repetição, no igual, onde reside o motor do progresso" - Adoro, uma notinha para mim!*

tétisq disse...

Sorry, comentei no sitio errado...*

tétisq disse...

"Com tudo isto fico sem entender porque há tantas injustiças, guerras, conflitos e familiares próximos." esta também é uma nota muito interessante..."familiares próximos", é muito bom!*

Pérola disse...

O diferente sim, minha querida, afinal somos tomos únicos, temos tendência para nos esquecermos das 'verdades' mais fundamentais. Só uma questão de memória , mais nada.

Pérola disse...

Os 'familiares próximos' das guerras, injustiças não são muito bons, conheces: a intolerância, o fundamentalismo, a ditadura, a frustação, o suicídio, as agressões de vária índole, o homicídio, a violação, a pedófilia, a fome? Penso ficar por aqui, já chega de familiares.
Admito, prefiro os familiares de outras famílias.
Um beijinho.

Pérola disse...

E que surpresas! Que surpresas, querida Mona.
Beijo

Pérola disse...

A vida é um risco que temos de correr, mesmo que sangremos àa vezes.

Pérola disse...

A realidade que não depende de nós e no entanto nos aflige, como tens razão Ana.
Volta sempre, ave sem penas, cá te aguardo pois gosto das tuas visitas.
Beijo.

mfc disse...

Dizes, e bem, que a realidade é subjectiva, já que só pode ser entendida através de nós!
Não há grande volta a dar-lhe!
A subjectividade... é o real.

Beijos,